EU TAMBÉM POSSO E DEVO – José Magalhães

0
29118

EU TAMBÉM POSSO E DEVO

José Magalhães

Durante os objetivos a que se propõe o FAM, privilegiados em estatuto, um dos mais importantes diz respeito ao desenvolvimento cultural e intelectual de seus associados. Por isso devemos saudar e aplaudir com entusiasmo e carinho a chegada, em muito boa hora, do NOTÍCIAS DO FAM, uma feliz e abençoada iniciativa do nosso competente e brilhante diretor-secretário.

O homem moderno não pode viver sem informação, o que nos leva a pensar seriamente na importância de uma vida em permanente troca de conhecimento com pessoas do nosso cotidiano

O fato ganha maior relevância se considerarmos que na atualidade o homem necessita estar bem informado a respeito de tudo, principalmente sobre o que está ao seu lado. Na verdade, o homem moderno não pode viver sem informação, ou melhor, conviver ou viver com, o que nos leva a pensar seriamente na importância de uma vida em permanente troca de conhecimento com pessoas do nosso cotidiano: você se comunica, eu me comunico. Quem não se comunica…

Criado o espaço adequado à comunicação da grande família do FAM, cabe a cada um de seus membros a responsabilidade de estimular o seu crescimento com amor, paixão e alegria. Como? Lendo tudo o que o veículo oficial de informações de nossa entidade vier a publicar, comentando e discutindo as matérias com espírito crítico e, num passo seguinte, também colaborando com qualquer contribuição escrita. Todos nós gostaríamos de ver registradas as impressões do dia-a-dia de cada um: as reações e o comportamento de um paciente na cadeira de dentista; as muitas sensações experimentadas em um vôo de aeronave, como piloto ou passageiro; a gratificante experiência e preocupação com o nascimento de um pintinho que, a pouco e pouco, vai tomando forma de frango ou franga; a satisfação na conquista de um novo cliente de produtos farmacêuticos ou de consumo; a emoção de ver uma semente germinar e transformar-se em tenra planta a merecer cuidados especiais, como se fosse um ente querido. A partir de uma realidade, pode-se perfeitamente criar novos cenários e episódios, dando-se liberdade à imaginação, desde que se observe um mínimo de coerência. Além disso, seria muito interessante que pudéssemos ler a descrição de uma paisagem ou de um ambiente, revelando todo o sentimento do observador, ou ainda a força argumentativa na defesa de uma idéia ou ponto de vista polêmico. Preocupação com a norma culta? Não se justifica o temor, porque o redator-chefe do NOTÍCIAS DO FAM fará sempre, com grande prazer, a necessária revisão de todo material a ser publicado, colocando tudo nos eixos.

Mãos à obra. Vamos todos participar, na certeza de que estaremos gravando para a posteridade a memória da família Magalhães, oriunda da união de Tibúrcio e Olívia Magalhães, de quem tanto nos orgulhamos. Mesmo distante, sempre que possível, estarei dando a minha contribuição. Nesse sentido, estou mantendo contato com o nosso dedicado redator-chefe, porque eu também posso e devo.

Até breve.

José.

ccc

Ps.: Esse foi o primeiro documento que conseguí produzir, sozinho, no computador. Parece que venci as principais dificuldades de um iniciante.

 

BANKA JÚNIOR – O SEU CONCEITO EM LEITURA

TERMINAL RODOVIÁRIO            – BOX 02 =  PR. MANOEL ANDRÉ, Nº 01 CENTRO

CRED BANKA – CRED CARD – DISK REVISTA – 985-1565

 

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

*