Andressa – José Magalhães

0
671

O DESEJO DE PRATICAR UM ESPORTE:

DESEJO:

Já não vem de hoje o DESEJO que a Andressa vem manifestando em praticar um esporte de forma mais séria do que aquela que vem praticando durante as aulas de Educação Física do seu Colégio Palas ou durante as recreações praticadas no Condomínio do Portal da Tijuca, onde reside, por entender que são mais uma forma de recreação do que de competição.

QUERER:

No Colégio, segundo a Coordenadora Geral, Bete, a Andressa participa com muito empenho das atividades que envolvem os esportes praticados nas aulas de Educação Física, principalmente o Basquete, vibrando intensamente por cada ponto e vitória conquistados, e sugere que seja dada atenção especial à sua aptidão.

No Condomínio ocorre a mesma situação, destacando-se também no Basquete, no Vôlei e, ainda, no Queimado.

Segundo a Andressa, tanto no Colégio quanto no Condomínio, ela é uma das primeiras a ser escolhida para compor um determinado time, por ser considerada uma boa jogadora.

A VONTADE que a Andressa tem em aprender a jogar Vôlei e Basquete é tamanha que vem solicitando insistentemente que seus pais e avós a matriculem numa Escolinha especializada, onde possa aprender os fundamentos específicos dos respectivos esportes, saciando, assim, sua sede de aprender.

PLANEJAR:

Considerei interessante a sua estratégia de PLANEJAR e de argumentar junto aos seus pais e avós, a fim de conseguir que a matriculassem na Escolinha de Volley Ball do América, onde sua amiga do Colégio, a Juliana já era matriculada há 6 meses e fez ótimas referências, além de fornecer algumas informações importantes sobre:

  • A boa Qualidade Técnica da Professora Vera e da Estrutura do Setor de Esportes do Clube;
  • O Desempenho evolutivo e conseqüentemente otimizado de sua amiga Juliana;
  • A sua independência de poder ir e vir sozinha, ao local da Escolinha; já que o Clube é próximo de sua Residência;
  • Não haver custo com transportes; já que o clube é próximo da residência.
  • A segurança neste horário, no referido trajeto e no interior do Clube é satisfatório, por haver, respectivamente, bastante policiamento nas ruas e através dos seguranças do Clube, justificando ainda que, a sua colega Juliana volta normalmente sozinha para sua residência após a aula, perfazendo mais ou menos a mesma distância que a Andressa terá que fazer sem que tivesse havido, até então, qualquer problema que colocasse em risco sua integridade física;
  • A relação de Documentos Necessários que deverão ser entregues na Secretaria de Esportes do Clube, no ato da Matrícula; quais sejam: Fornecimento de Atestado Médico para prática de Vôlei; Preenchimento e assinatura de Ficha de Inscrição com Autorização dos Pais; Pagamento imediato de Matrícula e de Mensalidade no Caixa do Clube; Aquisição de Camisa de Vôlei do Américo; fornecimento de 2 retratos 3×4 para emissão de Carteira de Acesso às dependências do Clube; dias de aula (3a e 5a); horário das aulas (9:00 às 11:00h.);
  • O Ambiente de clube é saudável entre atletas e pessoas legais;
  • A possibilidade de aumentar o ciclo de relacionamento através de novas amizades;
  • A possibilidade de sua participação em competições do tipo “Torneios Interclubes”.;
  • Vai Pai! Matricula agora, vai! Anda!.
  • Um beijinho! Papai!

 

Que poder de argumentação? Este poder de argumentação é bom ou não é bom? Claro que é bom!

Não há quem resista!

 

Em função das mudanças de seu cotidiano ocasionadas pelas novas atividades esportivas, a Andressa foi lembrada pelos seus pais que deveria ser atualizado o seu Cronograma. Ela fez, mas sob protestos. Elaborou o novo Cronograma de Atividades Esportivas e Lazer e de Estudos Extra-Aula, e o fixou com imã no seu “Quadro Pessoal Informativo”; seguindo assim, o ensinamento do seu Colégio Palas; uma vez que, de 2a a 6a feira (9:00’h. às 11:00’h.) o seu horário matinal está comprometido, não possibilitando assim o cumprimento das atividades do Cronograma anterior; já que sai de sua residência, para o Colégio Palas às 12:40’h. e retorna às 19:00 h.

Este novo Cronograma de Atividades Esportivas e Lazer e de Estudos Extra-Aula apresentado pela Andressa, o qual está em vigor, encontra-se atualmente em negociação com seus pais, tendo sido, após análise, considerado (85%) aprovado com restrição, devendo sofrer ainda nova revisão..

FAZER:

O desempenho da Andressa durante as aulas de Vôlei no América foi tão interessante e surpreendente que resolvi matriculá-la de imediato na Escolinha de Basquete do Clube de Regatas Vasco da Gama já que o Vasco não dispõe atualmente de Escolinha de Vôlei.

Para ingressar na Escolinha do Vasco é necessário apenas que o interessado comprove estar devidamente matriculado no estabelecimento de ensino para o ano letivo de 2002, cursando uma determinada série do Ensino Fundamental.

Assim sendo a Andressa está fazendo atualmente a Escolinha de Volley Ball do América Football Club desde o dia 16/05/2002, 3a e 5a feiras, de 9:00 h. às 11:00 h. e a Escolinha de Basquete do Clube de Regatas Vasco da Gama, 2a, 4a e 6a feiras, de 9:00 h. às 11:00 h.

TER:

Para a Andressa ter concluído o seu objetivo de “Saber Jogar Vôlei e Basquete” e poder competir de forma desejável só depende dela. E se aquilo que você conseguiu não for exatamente aquilo que você queria, você Andressa pode transformar isso em algo que realmente queira, flexibilizando seus critérios. A vida é dinâmica. Mudanças são boas e fazem parte da vida!

O ponta-pé inicial foi dado. Agora é bola pra frente, na cesta. Pois as competições serão a conseqüência deste trabalho, que ora se inicia..

CONCLUSÃO:

O “Salão de Troféus”, localizado na entrada social do ‘Clube de Regatas Vasco da Gama’, é o incentivo “mor” para a futura atleta. É troféu que não acaba mais! O troféu é o símbolo maior das conquistas obtidas durante as tais competições que ela tanto deseja.

Em tempo da maior COMPETIÇÃO do mundo, onde está sendo disputada a Copa de Futebol 2002, organizada pela FIFA, pode-se notar bem a importância da competição, onde o ser Humano tenta superar seus limites através de vitórias e de conquistas.

O Esporte leva à competição, e suas respectivas conquistas são o fruto do esforço e da perseverança em melhorar e se superar.

Concluí então, que é possível à Andressa:

  • ter esta aptidão de jogar vôlei e/ou basquete, já que partiu dela o interesse de SABER JOGAR estes esportes;
  • ser uma boa Jogadora como a Leila da Seleção Brasileira Feminina de Vôlei ou como a Paula da Seleção Brasileira Feminina de Basquete;
  • vivenciar o esporte nas quadras e
  • fazer; ou seja SABER JOGAR Vôlei e/ou Basquete..

Concluí ainda que isto:

  • vale a pena ter e desenvolver esta aptidão de saber jogar vôlei e basquete, e competir, pois afinal de contas o esporte trás consigo uma atmosfera saudável ao indivíduo;
  • dará para ela o que realmente quer, ou seja, competir;
  • vale o esforço de acordar e dormir mais cedo; minimizar o tempo disponível para o estudo do Colégio Palas extra aula, pois está comprovado que o esporte ajuda a desenvolver o indivíduo, não só fisicamente, mas mentalmente também.

BOA SORTE!

SEUS PAIS,

 

EM TEMPO:

ABEL, TENHO QUE TIRAR ALGUMAS FOTOS PARA ILUSTRAR ESTA MATÉRIA, QUE ESCREVÍ ESPECIALMENTE PARA O FAM.. (A SALA DE TROFÉUS DOVASCO É UM SHOW).

 

Arq.: esporte andressa FAM 31mai2002.doc

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

*