Discurso do Cláudio

0
625

Abel, nesse momento não falo em meu nome pessoal, mas em nome de todos aqueles que constituem o FAM, presentes e ausentes…

Quis o destino que a nossa reunião mensal se realizasse hoje, 19 de outubro, dia em que você completa mais um ano de existência. Numa prova inequívoca de altruísmo, você, em momento algum ponderou pela não realização desse nosso encontro longe do aconchego de sua casa, para estar conosco nesse ambiente ampliado, para cumprir uma rotina administrativa, mas cheia de significados e, hoje, muito especiais.

A data, Abel, tenha absoluta certeza, é muito especial mesmo, não só para você e seus familiares, mas também para todos nós que fazemos o FAM.

Sua trajetória devida, repleta de exemplos de abnegação e tenacidade, é uma lição permanente de que vale a pena lutar em busca de um objetivo e de um ideal.

Sua trajetória profissional assume maior destaque se levarmos em consideração que para ingressar no seleto quadro de funcionários do Banco do Brasil, na época, era maior a gama de dificuldades. Os meios de acesso a informações eram complicados e escassos. Não havia cursinhos especializados em Arapiraca. Computador e internet, nem pensar… Mas isso foi apenas o primeiro grande obstáculo na sua vida. Autodidata, você venceu, apoiando-se tão somente em velhas e antigas apostilas. Com muita força de vontade e determinação, você conquistou seu merecido espaço no maior banco oficial do país, onde fez carreira brilhante e de sucesso.

Ao chegar à justa aposentadoria, você não se entregou à ociosidade. Pelo contrário, reuniu forças, recarregou baterias e novamente foi à luta, disputando com centenas de jovens uma vaga na faculdade para fazer o curso de Direito, em Maceió.  Pela dedicação e interesse, já sabemos que se tornou exemplo e modelo da turma, respeitado e idolatrado, centro de decisões para qualquer problema.

Sua maravilhosa família, embora enfrentando às vezes percalços naturais do ser humano, vem lhe dando o retorno devido. A pouco e pouco, você vai assistindo seus filhos concluírem um curso superior, sonho de todo pai. Com justo orgulho, vê as árvores plantadas darem seus saborosos frutos.

Mas não param por aí seu dinamismo e seu apego na busca da realização de sonhos.

Nós do FAM, reunidos, podemos nos considerar uma constelação. Como sabemos, constelação é um agrupamento de estrelas. Cada um dos seus membros tem brilho próprio, mas você, Abel é a estrela Magalhães da nossa constelação, de primeira grandeza. Seu brilho é mais intenso, por isso ilumina mais o caminho e o terreno que devemos pisar. Sua completa doação ao funcionamento e à comunicação social da nossa agremiação nos torna eternos devedores de sua efetiva participação comunitária. Qualquer agradecimento ou  reconhecimento é muito pouco pelo muito que você tem feito. Por isso sempre digo: você representa a metade do FAM e é o responsável direto pelo nosso sucesso.

Você, Abel, sem favor, tornou-se símbolo, modelo, ícone e orgulho do FAM.

Limitamo-nos a pedir a Deus que continue iluminando-o, dando-lhe saúde e cobrindo-lhe de graças divinas, para gáudio e satisfação de todos nós.

Receba nossa homenagem sincera, os nossos aplausos com o mais profundo abraço fraternal vindo do coração.

Você merece o nosso respeito, a nossa admiração e o nosso agradecimento. Parabéns e muito sucesso. Você merece.

Por isso, pedimos a todos que, de pé, cantemos aquela musiquinha:

PARABÉNS PRA VOCÊ…

 

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

*