ATA DA ASSEMBLÉIA REALIZADA NO DIA 18.03.89 – Fundação do FAM

0
29586
Doze Filhos

ATA DA ASSEMBLÉIA REALIZADA NO DIA 18.03.89

(Fundação do FAM)

Com a presença dos senhores: Abel de Oliveira Magalhães, José Adilson de Magalhães, Miguel de Oliveira Magalhães, Olívia Nunes de Magalhães, Antônio de Oliveira Magalhães, Cláudio de Oliveira Magalhães, Maria Bernadete Magalhães Leite (representada pelo seu filho Wigberto Leite de Magalhães) e Juracy Nunes de Magalhães, teve lugar a Assembléia Geral de Fundação do FAM, realizada no dia 18.03.89, na residência da Sra. Olívia Nunes de Magalhães, à Rua Benício Alves de Oliveira, nº 328, Cacimbas, Arapiraca – AL. A reunião foi aberta pelo Sr. Abel de Oliveira Magalhães que, com a aquiescência dos presentes, indicou o Sr. Cláudio de Oliveira Magalhães para presidir os trabalhos. A reunião foi iniciada às 20:55h e teve como primeira discussão a aprovação dos Estatutos do Fundo. Foi feita a sua leitura de maneira alternada pelos presentes como forma de integração e, em seguida, discutidos os artigos que originaram choques de opinião. O artigo que mais ensejou discussão foi o 13º que trata dos Auxílios que serão benefícios não indenizáveis. Ao final, permaneceu inalterado. Já no artigo 14º ficou determinado que os seus benefícios só serão objeto de apreciação a partir da AGO de janeiro/90. A Assembléia achou por bem criar mais um artigo incluído na seção “Organização e Finalidade”, que recebeu o nº 6 e teve a seguinte redação: “Art. 6º – O associado que desistir do FAM, não terá direito a reembolso”. Já no artigo 26, que trata das mensalidades, ficou confirmado o seu valor de Ncz 1,00 (hum cruzeiro novo), conforme texto original, acrescentado do detalhe: “O pagamento da anuidade teria que ser feito integral e imediatamente, para evitar desvalorização da moeda. Encerradas as discussões, chegou a hora da eleição do Conselho Administrativo do FAM. Feita a apresentação do assunto, só uma chapa se apresentou. E ficou assim constituída: Secretário – Abel de Oliveira Magalhães; Tesoureiro – Cláudio de Oliveira Magalhães; Procurador – Miguel de Oliveira Magalhães. A chapa foi eleita por unanimidade e empossada na mesma hora. Em seguida, não havendo mais nada a tratar, lavrei a presente ata que vai por mim datada e assinada e será submetida à apreciação dos associados para a sua aprovação.

Arapiraca (AL), 18 de março de 1989

Abel de Oliveira Magalhães

Secretário ‘ad hoc’

DEIXE UMA RESPOSTA

*