2013 – 5º Abel Magalhães – O Diário de Helga

0
29123

5º livro

O Diário de Helga

Relato de experiência vivida durante a maior parte de sua vida sob os horrores das forças de Hitler na 2ª Guerra Mundial. Helga nasceu na Tchekoslovakia, em Praga, em 1929. Desde cedo ficou de cidade em cidade juntamente com seus pais, dentro de trens que transportavam animais, sem nenhum conforto, exposta ao mau tempo, sem roupa, alimento, e até sem o cabelo da cabeça, que os policiais cortavam por maldade, para que não houvesse nenhuma proteção contra o frio impiedoso e as condições terrivelmente adversas reinantes no ambiente. Não tinha direito a tomar banho, chegando a ficar infestada de piolhos. Todo mundo era perseguido pela polícia especial de Hitler, a temida SS. A qualquer hora do dia ou da noite, ouvia os ataques aéreos, jogando bombas sobre a cidade e até sobre os locais em que se encontravam. Viviam permanentemente se mudando de cidade sem saber onde iam parar. Helga viveu os seus dramas ao longo de quase toda a sua existência. Depois de sobreviver ao Holocausto, ela voltou à sua cidade natal e cursou a Academia de Belas Artes, ganhando renome como artista plástica. Casou e teve dois filhos, três netos e mora até hoje no apartamento onde viveu com seus pais até a deportação para Terezin, um dos campos de concentração. Trata-se, pois, de um relato comovente, feito com muita espiritualidade, de modo que o leitor tem a sua atenção presa ao longo de todo o livro. Importante, também, notar uma espécie de comparação do estilo de Helga com o nosso, em que temos tudo e nem sempre sabemos despertar para o óbvio. Um belo livro.

 

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

*