2012 – 6º Abel Magalhães – Mentes ansiosas

0
612

Mentes ansiosas

Medo e ansiedade além dos limites.

Ana Beatriz Barbosa Silva

A obra reúne elementos ligados aos transtornos a que a humanidade está sujeita. São os chamados transtornos de ansiedade em algum momento da vida. Segundo estudos especiais, cerca de 25% da população sofrem ou sofrerão de transtorno de ansiedade em algum momento de suas vidas . Significa dizer que num grupo de quatro pessoas é provável que uma venha a sofrer de transtorno de pânico, timidez excessiva, estresse pós-traumático, ansiedade generalizada, fobias ou TOC.

A autora é médica graduada pela UERJ com pós-graduação em psiquiatria e referência nacional no tratamento de transtornos mentais.  É autora de várias obras sobre o tema. Desta forma, a abordagem feita no presente livro é muito boa e oportuna, numa linguagem simples e de fácil compreensão, dando oportunidade de o leitor fazer as suas reflexões no sentido de poder identificar eventuais incidências em algum dos citados transtornos.

De minha parte, fiquei curioso para descobrir se estava enquadrado em algum dos elementos. Segundo minha ótica, enquadrei-me bem em dois aspectos: timidez e transtorno reflexivo. Por causa da timidez, deixei de aproveitar muita coisa boa na vida. Quanto ao transtorno reflexivo, acho-me premiado, pois, gosto muito da reflexão, alimentada pela leitura e acompanhado de uma boa música instrumental transmitida diretamente ao ouvido no ato de sua realização. Isto, inclusive traz duas vantagens: isola-me do ambiente e proporciona um aproveitamento mais profundo do texto.

Voltando ao livro, ninguém imagina como estamos vulneráveis aos transtornos em torno da gente. São tantos que às vezes parece que é melhor nem conhecê-los. É ansiedade do medo, transtorno do pânico, fobia social, timidez, fobias específicas, transtorno de estresse pós-traumático, preocupação excessiva, transtorno obssessivo-compulsivo (toc), etc. É medo de tudo que existe no mundo. Para quem é normal, nem imagina que isso existe, mas para quem sofre de algum dos males, a coisa fica preta. Inclusive não é fácil diagnosticar o mal.

Desta forma, é importante ler uma obra dessa natureza, porque a gente fica sabendo de tudo ou quase tudo que acontece com os outros e que pode acontecer com a gente. Nada como saber das coisas. Isto nos proporciona mais oportunidade de nos precaver ou remediar a situação. Também de compreender os outros.

Abel de Oliveira Magalhães

Maceió, 27 de março de 2012.

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

*