Cantinho da Magal – Chácara Lilibel e outros

0
29500

Cantinho da Magal

 

Chácara Lilibel

Como sempre, o jornal está maravilhoso: muitos artigos interessantes e de relevante valor para todos. Agradeço ao editor pelo enfoque dado à chácara Lilibel. Só precisa fazer uma retificação: a chácara não é apenas do casal citado. Ela foi negociada por Ranieri e Abel. Acho que ele quis dar ênfase ao primeiro pela sua empolgação. Agradeço o carinho manifestado.

 

Matéria da Lívia

Gostei muito da matéria fornecida pela Lívia (Fonoaudiologia e a Importância da alimentação no desenvolvimento da fala), ela que está se formando no assunto. Espero que ela contribua mais vezes para o jornal. São informações importantes para a formação da criança. Parabéns!

 

A importância do NF

   Quero ressaltar a importância de nosso jornal ao informar sobre variados acontecimentos entre a família. Sem ele seria difícil ter conhecimento das alegrias e sofrimentos que a família atravessa. O meu pesar àqueles que estão sofrendo a perda de um ente querido. Por exemplo, Vaninha e seus familiares que perderam de maneira prematura a sua querida avó Luiza Ferreira da Silva que faleceu no dia 18 de maio próximo passado, aos 77 anos e cheia de vida. Ela era a riqueza maior para os seus queridos pais e entes queridos. Meus sentimentos!!!

 

Tia Lourdinha

Como todos sabem, a tia Lourdinha está trabalhando em São Paulo por um período de três meses. Ela deve estar sofrendo à beça, pois a região está vivendo uma fase de intenso frio (8 e até 7 graus), além de estar distante da família e de todos. Gostaria de dar aquela força e dizer para ela que estamos sentindo a sua falta. Mas tudo vai ser recompensado por causa de sua coragem e dedicação para vencer.

 

Tio José

O meu último comentário é sobre o tio Zé e o que ele escreve. A matéria “Dor e sofrimento compartilhados” me emocionou de maneira especial. Aliás, Ecos do Rio sempre me emociona. E agora, por ter um motivo especial, que é a saúde e a vida de quem tanto admiro. Tio Zé é uma pessoa muito importante pra a minha formação intelectual.

Realmente, sua descrição a respeito desses dias tenebrosos nos leva a refletir a importância em darmos valor a nossa saúde e fazer valer a prevenção. Queria que Raniery visse nisso uma lição. Ele não vai a médico nem quando está doente.

Graças a Deus tudo deu certo no caso do tio José. Dos males, o menor. Sei que o sofrimento e a dor foram grandes, mas sei também que o alívio agora nos faz confortar. Estamos aliviados e felizes. Muito felizes por isso.

Um beijo especial ao tio Zé e votos de muita saúde a todos aqueles que fazem o nosso querido FAM.

Magal.

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

*