Relatório do Conselho de Administração referente ao Exercício de 2009

0
748

Relatório do Conselho de Administração referente ao Exercício de 2009

 

No dia 08 de fevereiro de 2009, foi instalada a Assembléia Geral Ordinária sob a presidência do associado Miguel de Oliveira Magalhães e secretariada pelo associado Abel de Oliveira Magalhães. Foi eleito o novo Conselho Deliberativo do FAM, cujo presidente foi o sr. Cláudio de Oliveira Magalhães e secretário o sr. Abel de Oliveira Magalhães. A nova diretoria ficou assim constituída: Presidente – Cláudio de Oliveira Magalhães Júnior; Secretário – Margaret Jane Magalhães Ferreira; Diretor Tesoureiro – Wigberto Leite Magalhães; Diretor Social – Marcos César de Góis Magalhães; Diretor Cultural – Wirley Carles Leite Magalhães; Diretor de Esportes e Lazer – José Raniery Ferreira Júnior e Diretor de Patrimônio – Juracy Nunes de Magalhães. Para o Conselho Fiscal foram eleitos os seguintes associados: Efetivos – Cláudio de Oliveira Magalhães; José Adilson de Magalhães e Miguel de Oliveira Magalhães Júnior.

 

Realizações da diretoria

Primeira reunião – Mês de março. Com a nova sistemática, a reunião aconteceu na residência do associado Cláudio Magalhães, por causa de seu aniversário. Houve apresentação de dinâmica pelo casal Wirley/Leninha, destacando as palavras “Paz”, “Amor”, “Sorriso”, “Garra” e “Bem-vindos”. A brincadeira foi bastante interessante e obteve a participação de todos. O diretor social informou duas atividades para o setor: Leilão de bens doados para angariar fundos para o Fam e Uma gincana para perda de peso. Quem perdesse mais peso ganharia o prêmio. O diretor de esportes e lazer prometeu realização de alguma atividade a partir da reunião seguinte. O diretor cultural apresentou a dinâmica simbolizada por uma mangueira (árvore), intitulada “Dinâmica da Família”, que envolveu a participação de toda a platéia. “Wirley Carles fechou com chave de ouro a apresentação exibindo a foto da matriarca da família, sobre quem realçou a mensagem da mangueira ali presente, os seus frutos e as dificuldades que o processo encerra. Foi um momento apoteótico”. Cláudio agradeceu a presença de todos em sua casa realçando que era o melhor presente que recebia naquele instante. Cláudio Jr enfatizou que era questão de honra concretizar a materialização do Museu do Fam e aproveitou para pedir a ajuda de todos. O Fam cumpria mais uma vez o seu valioso objetivo – a união da família.

 

No mês de abril o encontro aconteceu na residência da associada Maria Bernadete. Wirley se destacou com emoção pelo fato de a reunião acontecer na residência de sua mãe. Falou da importância da pasta pela qual ele respondia; que era uma responsabilidade sensível com habilidade de cultivar, conservar a harmonia da família. Em seguida, juntamente com sua esposa, Leninha, iniciou uma dinâmica que representava uma teia cuja mensagem principal era que todos deviam estar ligados um a um; que existe um elo entre os maiores valores da vida… Ao longo da reunião, Wirley disse que o grande sonho do departamento cultural é preparar um grupo da família para fazer apresentações artísticas. Fernando sugeriu a formação do Teatro do Fam. Cláudio Jr desafiou o departamento cultural para formar um concurso para a escolha do adesivo do FAM. Avisou que o projeto do vídeo, um documentário do FAM, estaria pronto até o final do ano.

 

Em maio, um dos destaques foi o falecimento da Sra. Salvelina, mãe do primo Anestor Magalhães, para quem foi encomendada uma coroa de flores. Cláudio disse que a família foi muito bem representada no velório, cumprindo, assim, a sua missão. Marcos César fez questão de exteriorizar um fato ocorrido numa festa de muita valia para ele. O aniversariante disse da admiração que sentia pelo FAM, que representava uma bússola, um norte para a família. Marcos César falou do trabalho que tinha no FAM e que, muitas vezes, não era valorizado. Citou exemplos. Pediu autorização ao Presidente para que sua filha Isabela fizesse uma dinâmica, substituindo Wirley, que estava ausente, considerando ser de muita importância a mensagem que cada dinâmica apresentava. Ela apresentou um trabalho que ensinava a solucionar problemas difíceis e aparentemente sem soluções, ficando a lição de que a união faz a força, que às vezes, precisa-se perder e, às vezes, ganhar do outro, para conseguir superar os obstáculos; que é necessário humildade e paciência para ver o que precisa ser feito. Marcos César falou da emoção de rever “O Cantinho da Magal”, no site. Magal falou das lembranças causadas pelo Cantinho da Magal; da lembrança do saudoso tio Zé, de como ele era presente e importante para ela; disse da importância de estarem reunidos naquele instante; “precisamos aprender a superar confrontos porque, quando um vai embora não se pode voltar atrás, não se pode trazê-lo de volta”, disse. O presidente agradeceu as lembrancinhas das mães produzidas pelo departamento social.

 

Reunião na residência da associada Ilda – Marcos César declarou que estava fazendo grandes descobertas com as reuniões sendo realizadas na residência dos associados; da atenção dispensada aos visitantes etc. Afirmou: “O Fam é isto. É união”. Foi anunciada a realização do Arraiá do Fam, no dia 27, na sede do Fam. Wirley destacou os valores da família, homenageou os aniversariantes do mês, com ênfase para a anfitriã, Ilda; Isabella e Ivgon apresentaram um texto de Madre Tereza de Calcutá. Wirley encerrou reproduzindo o texto “O rei e a pedra” e convidou o seu filho para apresentar a música “Você”, do Paralamas do Sucesso, que emocionou a todos pelo relato da história e o milagre proporcionado na vida do autor. Isabella apresentou a dinâmica cuja mensagem foi que nunca se deve desistir sem antes tentar uma saída e que todos devem ter humildade para pedir ajuda aos outros. Miguel falou da tristeza que o mês de junho representa por ser o aniversário do falecimento do mano Zé Magalhães. Agradeceu a presença de todos em sua casa e a alegria de ser o aniversário de sua esposa, Ilda, por ser tão especial.

 

A reunião do mês de julho teve um aspecto especial que chamou a atenção de todos. Estava presente o jovem Carles André, filho do diretor cultural Wirley, que tinha abraçado uma causa diferente. Este, devidamente paramentado com as vestes de sua causa religiosa, foi convidado para fazer a oração habitual da abertura do encontro. Rezou de maneira especial, contando com o apoio respeitoso da platéia. O tesoureiro deixou de apresentar o balancete do mês anterior, apesar de estar pronto no seu micro, por causa de problema de saúde em sua família. (Uma de suas filhas teria adoecido de repente no dia anterior, cujo fato o mobilizou em tempo integral). Cláudio Jr agradeceu ao pai pela valiosa contribuição no Arraiá do Fam, inclusive financeira. Betinho falou do sucesso da festa, defendendo o valor de se trabalhar em grupo. O diretor social falou do sucesso do “Arraiá Fam-Tastico”. E destacou a colaboração recebida de todos. O diretor cultural falou sobre o valor da família e leu texto sob o título “Mãe, quero ser bombeiro”. Fez um apanhado sobre as vantagens do Fam, com destaque para os valores da família; a necessidade de mais organização; mais consciência do valor da Associação do Fam para conquistar melhores resultados; do site do Fam etc. Falou das emoções vividas em sua casa com as matérias publicadas no Portal, principalmente sobre o aniversário de morte de seu querido e inesquecível pai, Sr. Geraldo Leite Cavalcante. “A emoção rolou copiosamente na casa de sua mãe”, disse. Disse que refez com sua esposa o roteiro “Loucuras de um aventureiro”, publicado no site. Prometeu entregar a descrição da aventura ao administrador do site para publicação. Vaninha agradeceu mensagens carinhosas pela passagem dos vinte anos de casados, dizendo que o Marquinhos era “um homem de primeira”. André, que é filho do associado Wirley e Leninha, explicou a sua repentina vocação para seguir o exemplo de São Francisco. Vestido com a roupa típica pediu atenção da platéia e disse que a sua vocação brotou naturalmente; era um chamado de Deus. Ante a preocupação demonstrada por pessoas da platéia em relação ao exemplo dos rebentos de seus bisavós, ele afirmou com segurança: “Não sei o que levou a tia Ivany ir para o convento, mas quanto a mim foi um chamado de Deus. Eu sou um privilegiado”. Comunicou que estava vivendo na Toca de Assis, entidade franciscana instalada em São Paulo. (Os residentes na Toca são chamados de “Toqueiros).

 

Em agosto os destaques foram os seguintes. Por se tratar do Dia dos Pais, Wirley fez uma homenagem ao segmento, apresentando a mensagem intitulada “A estória de um rato”, que tinha como foco demonstrar que “quando alguém está diante de um problema e acredita que este não lhe diz respeito, pode esquecer que o problema de um pode ser o de todos”. Criscyane leu com desenvoltura dois textos: Mensagem de Vida e Agradecimento a Deus por ter sido escolhida neta do associado Cláudio Magalhães, considerado pai e avô. Muita emoção rolou por parte do homenageado. Lucinha também homenageou o pai lendo “Feliz dia dos pais”. Wirley coroou o momento reproduzindo o texto de sua autoria feito em homenagem ao seu querido pai e publicado no Portal do FAM. O seu gesto foi aplaudido por todos. Seu filho Erick aproveitou para homenagear o pai. Disse que, apesar de não ter conhecido o avô, o seu relacionamento com o pai era tão bom que em determinados momentos chegava a se confundir no tríplice aspecto pai/amigo/filho. O diretor de esporte e lazer anunciou a realização do campeonato de biriba a ser realizado no mês seguinte, na residência do presidente Claudio Jr, coincidindo com o seu aniversário. Miguel Magalhães demonstrava preocupação com a conservação/restauração da sede do Fam. Ficou de apresentar peça orçamentária. A direção social fez a entrega de lembrancinhas aos pais no seu dia.

 

Em setembro o destaque foi a realização do Campeonato de Biriba, que foi um sucesso total. Cláudio Jr agradeceu a todos que ajudaram no campeonato como: Popular Alimentos, com duas cestas; Unicompra, com dois brindes; Vieira Distribuidora, com dois brindes e Energéticos Fire, também com dois pacotes. O diretor José Raniery Jr agradeceu a todos os participantes do campeonato. Disse que pode parecer fácil organizar um campeonato, mas não é. Que 90% da organização do evento foram feitos pelo presidente Cláudio Jr. Parabenizou os campeões. Graças à assessoria do Cláudio Jr, Marquinhos, Betinho e do site do Fam, tudo saiu conforme previsto. Finalizou dizendo que todo o trabalho foi gratificante, apesar das críticas. O presidente enalteceu que o Fam é uma grande escola; que, realizar um evento e falar em público não são matérias fáceis, especialmente em relação ao Raniery que é tímido. Disse que o desafio é grande, mas depois de realizado dá uma sensação de paz; que tudo feito com amor é gratificante. Margaret agradeceu a todas as pessoas que ajudaram na realização do campeonato, especialmente ao presidente Cláudio Jr pela sua grande dedicação em fazer um evento organizado e prazeroso. Disse que o campeonato foi maravilhoso principalmente porque ela foi bem-sucedida no campeonato de beriba, tendo sido campeã; que a conquista do título foi pura sorte pessoal e competência de seu parceiro Adilson. Dirigiu-se ao seu filho Raninho, declarando que tem muito orgulho dele; que ele é muito responsável em tudo aquilo que se dispõe a fazer; que é um filho maravilhoso. Muitos associados usaram da palavra para enaltecer o lado bom do campeonato; Tia Rose lembrou que o campeonato jamais vai sair da memória do Raninho porque é fruto do Fam Jovem. Wirley parabenizou o presidente pelos seus quarenta anos de vida bem vividos. O encontro festivo foi encerrado com a entrega das medalhas e troféus aos campeões do torneio, bem como a entrega dos brindes. Em seguida, farra e piscina – uma festa maravilhosa.

 

ConclusãoComo se viu, mais uma etapa da existência do FAM foi vencida. Destacamos o desafio que o nosso querido clube enfrentou durante o ano de 2009. Com a idéia de realizar encontros na residências dos sócios, aconteceu uma mudança saudável. Há mais movimentação; a motivação cresce; os anfitriões se sentem bem e o resultado é o melhor.  Destarte, conclui-se que o FAM é definitivamente uma peça indispensável no seio da família Magalhães, precisando tão-somente continuar a sua jornada em busca do seu brilhante futuro que, por certo, terá continuidade a partir da próxima administração. Parabéns a todos!!!

 

Arapiraca (AL), janeiro de 2010

Margaret Jane Magalhães Ferreira

Secretário

DEIXE UMA RESPOSTA

*