2020 – 13º livro – Ponto de Inflexão

0
194

Flávio Augusto da Silva

2020 – 13º livro – Ponto de Inflexão

“Um livro que vai te ajudar a fazer o seu próprio caminho” – o autor.

“Vou dispensar o aprofundamento nas equações que geram um Ponto de Inflexão, mas vou apenas me apropriar deste conceito para descrever momentos de nossa vida em que nossas decisões vão determinar para que direção seguiremos e que bônus ou ônus assumiremos.
Em outras palavras, tomamos milhares de decisões diariamente. Porém, algumas delas não são decisões corriqueiras. São decisões especiais. Decisões que têm o poder de mudar o rumo do roteiro de nossa vida. A elas eu dou o nome de Ponto de Inflexão. É um conceito da matemática, mas que usaremos para ilustrar perfeitamente os momentos de nossa vida que podem tomar direções opostas a depender de nossas escolhas” – pensamento da editora.

É uma obra de fácil leitura. O autor escreve tão bem que o leitor pensa que se trata de uma obra de ficção.

Ele é um empreendedor bem-sucedido. O cerne da questão reside na conquista do sucesso através do empreendimento. Sua história se baseia na edificação da empresa WiseUp, escola de Inglês, que nasce no interior do Rio de Janeiro e progride de maneira assustadora mundo afora.

A empresa enfrenta as suas dificuldades, mas o empresário consegue superar todas as adversidades e progride de maneira surpreendente. Quando se pensa que não há mais o que enfrentar, eis que o autor dá o seu show e resolve tudo, deixando para o leitor a grande mensagem de que tudo é possível para o grande empreendedor.

Em meio a tudo, destaque para uma particularidade que o autor abordou na obra. Ele narra o seu casamento com uma jovem chamada Luciana e a prestigia sempre. Faz com que ela participe de todas as suas conquistas. Sempre que precisa, consulta-a para encontrar a solução de iminente problema a resolver. Como um casal decente e equilibrado, eles constroem família e esse sentimento aflora, quando registra o que segue:

“A melhor descrição que eu consegui achar que pudesse retratar o meu sentimento naquele momento foi a que o pai sente ao ver sua filha se casando. O pai certamente se lembra das noites sem dormir, das vezes que embalou a filhinha em seus braços, das vezes em que chegou em casa e foi recebido por um abraço pulando no seu colo, das conversas na cama antes de dormir, beijinho de boa noite e de todas as vezes em que ficou ao lado do berço, observando o seu anjinho dormindo e sua respiração. De repente, ela encontra uma pessoa e decide ir embora de casa para viver com ela. No altar, o pai entrega o seu anjinho para essa outra pessoa e nada mais será como antes. Esse foi o meu sentimento”, diz. No gênero, é o caminho de todos.

Gostei muito do livro. E o recomendo, principalmente para quem deseja ser um empreendedor de sucesso.

Maceió AL, 06 de julho de 2020

Abel de Oliveira Magalhães

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

*