Ata da reunião de 07.09.2019

4
230

Ata da reunião de 07.09.2019

Abertura – A reunião teve início às 15:25h. A presidente Vânia solicitou da associada Betinha que fizesse a oração inicial, que atendeu com a maior presteza.

Ata – O secretário fez a leitura de duas atas: de julho e agosto. O rascunho da de julho tinha se perdido e a pendência estava sendo corrigida.

Departamento Financeiro – O tesoureiro José Adilson iniciou a sua fala da seguinte maneira: “Já temos boas notícias”. Disse que no balanço anterior tínhamos R$ 868,87 de saldo e no momento este tinha subido para R$ 2.191,82. O fato foi motivo de palmas, em face dos acontecimentos que antecederam o momento vivido. É que as coisas estavam voltando ao normal. Aproveitou e anunciou que três pessoas já tinham pago a anuidade. Eis o balancete:

Mensalidades recebidas –                    R$     720,00

Créditos oriundos do passeio do FAM – R$     600,00

Total –                                               R$ 1.320,00

Balanço:

Saldo anterior –       R$    868,87

Créditos recebidos – R$ 1.320,00

Juros de poupança – R$       3,05

Saldo atual –          R$ 2.191,92

Diretor de Esporte e Lazer e Social – Marcos César falou sobre três assuntos. Disse que na próxima reunião apresentará detalhes e valores do passeio do FAM. Realçou o valor das reuniões. Disse que, com qualquer número de pessoas presentes, o resultado é benéfico. Agradeceu o empenho de alguns associados pelo FAM, citando Abel e Betinha, bem como a interação da família via WhatsApp. Lembrou que o Cláudio Jr respondeu a cada um as felicitações recebidas em seu aniversário. Anunciou que fez fotos do túmulo da família, mencionando o desejo de modificar/reformar/modernizar/otimizar o jazigo para, inclusive aumentar em duas urnas. Encerrou homenageando os aniversariantes do mês.

Diretor de Patrimônio – Miguel anunciou a solução de um problema detectado na cozinha da sede do FAM provocado por alguns gatos. O problema foi resolvido com a atuação do Adilson, Ivani e o próprio Miguel. Avisou, também, que a Ivani tinha providenciado a limpa do quintal da sede do FAM, por livre iniciativa.

Palavra livre.

Fizeram uso da palavra no segmento, os seguintes associados:

Betinha registrou a manifestação de um desejo do marido. Edson teria pedido a ela que estudasse a possibilidade de providenciar um almoço em homenagem à sua família, a exemplo do que ela faz sempre com a família Magalhães. Tinha havido uma coincidência. Ela estava querendo fazer uma surpresa a ele no dia em que ele fizesse 60 anos. A revelação uniu o útil ao agradável. Com muita alegria ela avisou que as providências já estavam sendo tomadas. Disse que o Edson brincava muito com o Cláudio e ele se foi de repente. O fato teria gerado uma preocupação em poder acontecer o mesmo com as partes. A solução ficou decidida em realizar uma espécie de confraternização, juntando os parentes que estão fora de Alagoas, principalmente os que estão em São Paulo.

Marcos César realçou a postura positiva da família em relação à recuperação da Ana Lúcia. Como a Betinha estava tendo alguma dificuldade em adquirir passagens para os parentes do Edson que moram fora de Alagoas, e que deveriam participar do almoço em família que ela está planejando, sugeriu que ela pesquisasse sempre na internet nos fins de semana que ela encontraria promoções especiais, a exemplo do que ele teria conseguido recentemente.

Magno lembrou a postura serena e firme do Fernando para com a família no dia do enterro do Cláudio. Disse que ele olhava para todos de forma diferente, como se estivesse a alertar que ninguém estava livre de tal acontecimento. Sobre a Ana Lúcia, disse achar que ela está bem melhor e teria sido bem-sucedida na cirurgia. Disse que, na sua opinião, o pior já passou. Falou que as energias boas devem continuar sendo direcionadas a ela. E que ficou impressionado com o modo cordial como a Ana recebe bem as pessoas na sua recuperação. Betinha aproveitou para informar que a Ana não precisou fazer mastectomia. E que ela estava muito bem. Houve muitas referências elogiosas a ela.

Miguel disse, chorando, que não conseguia esquecer o irmão Cláudio. Agradeceu o empenho da Betinha em fazer as reuniões do FAM em sua casa.

Ivani manifestou preocupação sobre o fato de as reuniões do FAM não estarem acontecendo na sede do FAM e sim na casa da Betinha. Ela pensa que pode haver interpretação de má vontade dela e não é o caso. As reuniões estão acontecendo na casa da Betinha para atender uma solicitação da mesma por decisão de foro íntimo. E disse que a sede do FAM estava à inteira disposição da família.

A presidente Vânia agradeceu a presença de todos e voltou a falar sobre o valor da gratidão.

Eram 16:20h. E sob esta emoção, o encontro foi encerrado. A festa continuou.

Arapiraca, 09 de setembro de 2019.

Abel de Oliveira Magalhães – Secretário 

Compartilhar

4 COMENTÁRIOS

  1. Estou sentindo saudades desse convívio pois em função do emprego recente está difícil organizar saída para Arapiraca aos sábados, mas logo logo devo poder administrar esse desafio. Por outro lado, ao ler a ata e outras mídias me ocorre, em função dos vários comentários, o amor e saudades do nosso querido Claudio, definitivamente aclamado por todos… Não chega a ser surpresa, mas simplesmente esses comentários evidenciam o quanto ele era querido….
    Grande abraço

  2. Belíssima ata. Mais uma vez parabéns a Diretoria do FAM e a todos os envolvidos, em especial a Tia Betinha e Tio Edson, pela motivação de mais um momento de confraternização em Família.
    Reforço a importância de criarmos uma comissão, para uma URGENTE reforma do jazigo do FAM. Podem contar comigo.
    Agradeço as belas mensagens pela passagem do meu aniversário.
    Confirmo minha felicidade pelo SUCESSO da cirurgia da Mamãe, meu maior presente!!!
    Gratidão!!!🙏🙏🙏

  3. Ana Lúcia disse que leu a ata e ficou muito feliz em ver que a família continua unida, mesmo com um número pequeno de participantes ao encontro, lembrando o grande desafio do Cláudio. “Fico grata pela manifestação de carinho e força de todos para comigo e peço que não me esqueçam, inclusive nas orações nem nas visitas, pois a batalha não terminou”. Diz que está sempre de braços abertos para receber a todos. Finalizou parabenizando pela ata e afirmando que o Abel era o eterno secretário do FAM.

  4. Parabéns pela família. Sinto orgulho da resistência dos associados. Tio Abel, eterno secretário, merece nossos aplausos. Um grande abraço a todos. Que nossa memória seja sempre lembrada daqueles que passaram e marcaram com carinho. Tio Cláudio, tio Juraci, tio José, tio Antônio… Vovó Olívia.

DEIXE UMA RESPOSTA

*