Ata da reunião de agosto de 2019

1
203

Abertura – A reunião teve início às 14:30h. A presidente Vânia solicitou da associada Ana Lúcia que fizesse a oração inicial. Emocionada e feliz por estar no seio da família, ela conclamou a todos que mantivessem a família sempre unida.

Ata – Em função das consequências do desaparecimento prematuro do associado Cláudio Magalhães, não houve ata da reunião anterior.

Departamento Financeiro – A palavra foi passada para o diretor José Adilson, que fez a leitura do balancete do período, assim distribuído:

Créditos recebidos – R$ 307,00. Balanço: Saldo anterior – R$ 563,28; Créditos do período – R$ 310,99; Saldo atual – R$ 868,87.

Diretor de Esporte e Lazer e Social – Marcos César homenageou os aniversariantes do mês, lendo a sua relação. Aproveitou e anunciou que o passeio do FAM relativo ao corrente ano será realizado. Sinalizou que deverá ser na Barra de São Miguel. Para isto, pediu o empenho de todos no sentido de contribuírem com sugestões e junto a tesouraria.

Palavra livre

Fizeram uso da palavra no segmento, os seguintes associados:

Marcos César, que mencionou o dia dos pais. Disse que, devido às dificuldades existentes, não foi possível organizar uma programação à altura do tema. Aproveitou e fez o sorteio de um boné do ASA, ofertado pelo associado Edson Souza. O sorteado foi o associado Edyerk, que o presenteou ao sogro, José Adilson. Foi um gesto simples e cheio de carinho, razão porque foi muito aplaudido.

Betinha agradeceu a presença de todos e disse do seu contentamento em estar proporcionando esses momentos felizes com a realização das reuniões do FAM em sua casa durante o ano de 2019, fruto de uma promessa.

Abel fez referências ao Portal do FAM e informou as surpresas que tinham acontecido recentemente. Destacou a renovação da hospedagem do portal junto ao UOL e disse de sua satisfação em ter publicado no citado site a obra “Resgatando a Memória da Família Magalhães”. Suas palavras foram aureoladas de muita emoção.

Sandra disse de sua satisfação em estar presente junto à família e discorreu sobre a missão que lhe foi confiada no sentido de estudar mudanças no Estatuto do FAM, modernizando-o em conformidade com as novas tendências e em consonância com o empreendedorismo dos jovens. Foi muito aplaudida. Disse também que o seu pai era uma espécie de mentor do FAM.

Cláudio Júnior iniciou lendo alguns banners sobre a importância dos pais. Destacou o valor do trabalho de seu tio Abel junto ao FAM e falou sobre o compromisso assumido de realizar a reunião do mês de setembro em sua casa, mas por causa de inúmeros imprevistos não estaria tendo condições de realizar um evento como gostaria. Pediu desculpas e deixou a promessa de concretizar o intento em outra oportunidade. Falou sobre a saúde de sua querida mãe. Disse que ela estava curada da preocupante doença que a acometia; realçou o apoio recebido de todos nessa árdua missão que têm enfrentado logo em seguida ao falecimento do seu pai. Falou também sobre o novo projeto do FAM, cuja condução está se encaminhando para os jovens. Lembrou que o FAM poderia se transformar numa ONG, e assim, receber os benefícios da nova realidade. Lembrou que estava vivendo o 1º dia dos pais sem a presença do seu – uma experiência muito difícil. Pensando nisso, disse que teve a ideia de renovar o túmulo do pai, de modo que no dia dos pais ele estivesse repaginado e mostrando a dedicação do filho. Agradeceu à Betinha pela dedicação ao FAM.

Marcos César falou sobre o site do FAM e sua importância junto à família. Citou o caso de um amigo do Rio Grande do Sul, que teria se isolado por causa de um eventual mal. Os amigos fizeram a analogia da lareira. Para ela permanecer acesa e aquecida, precisava ser sempre alimentada de mais madeira. Do contrário, feneceria. Uma pessoa quando se isola, perde a vontade de viver e também fenece. Betinha voltou a falar e citou o caso da Adriana, que estava um pouco isolada e agora se reencontrou com a família. A própria justificou dizendo que teve também os seus problemas.

Priscila (do Juraci) – Disse: “Ninguém tem noção do valor do FAM. Estou encantada”. E teceu considerações importantes sobre o tema.

A presidente Vânia agradeceu a presença de todos dizendo: “O brilho de vocês é muito importante para todos nós. Analisou a participação da família e arrematou: “O mais difícil é ajudar em silêncio; amar sem criticar; dar sem pedir; entender sem reclamar…” E reforçou: “a aquisição mais difícil para todos nós chama-se PACIÊNCIA”.

Eram 15:35h. E sob esta emoção, a presidente encerrou o encontro agradecendo a presença de todos. A festa continuou.

Arapiraca, 12 de agosto de 2019.

Abel de Oliveira Magalhães – Secretário

 

Compartilhar

1 COMENTÁRIO

  1. Parabéns Tio Abel por mais uma bela ata. Foi realmente um momento belo em família. Coroado de bastante emoção e alegria.
    O desafio é grande. Eu acredito na revitalização do FAM e sei que ainda vamos desfrutar de belos encontros de confraternização.

DEIXE UMA RESPOSTA

*