RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO DO FAM, GESTÃO 2017

1
97

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO DO FAM, GESTÃO 2017
A primeira reunião do exercício foi realizada na residência do casal Edson/Betinha sob a presidência da jovem Rosivânia, que demonstrou a sua satisfação em presidir o FAM.
Destaques: Na apresentação do balancete da tesouraria, o novo diretor, Cláudio Magalhães, disse da sua satisfação em dirigir o departamento e apresentou sugestões. Teve proposta aprovada no sentido de haver anistia para todos os associados que estavam inadimplentes até janeiro de 2017. Objetivava conquistar o retorno dos associados arredios por causa da pendência. Além disso, criava incentivo em forma de premiação como gratuidade nos passeios e distribuição de camisas do FAM como fazem os times de futebol e outros segmentos. Marcos César aprimorou a ideia sugerindo o pagamento da mensalidade de março, tornando o interessado quite com o FAM em relação a todas as suas pendências. A partir daquele momento, deixava de existir inadimplência na organização.
O novo diretor de Esportes e Lazer e Social, Cláudio Júnior, pediu sugestões para incentivar o movimento e unir cada vez mais a família. Lembrou o espírito do Estatuto Social, que tem como principal finalidade “promover o congraçamento e o bem-estar social dos seus integrantes e dependentes”. Realçou o aconchego da casa da Betinha recebendo os familiares; anunciou o desejo de inserir o FAM no Instagram e no Facebook. Para isto, teria como assessora a sua esposa, Silvania.
O novo diretor de Patrimônio, Adilson, sugeriu a venda de umas telhas velhas oriundas do galpão que existia na Área de Lazer Tibúrcio Magalhães e utilizar o resultado na execução do projeto, acrescido do capital existente. A sua ideia foi aprovada com entusiasmo, inclusive, motivando contribuições de associados no mês subsequente, visando ao desenvolvimento do citado projeto.
Fernando informou a sua vinda definitiva de Recife para Maceió. Recomendou duas metas para a tesouraria: dobrar o faturamento do clube nos doze meses seguintes e planejar com acuidade o agendamento da atividade social.
Magno se solidarizou com a motivação resgatada no FAM como o desempenho do Cláudio Júnior e o seu próprio entusiasmo.
Vaninha agradeceu o incentivo e o apoio recebido para presidir o FAM. Realçou o valor da família e o da mulher na conjuntura existente. Disse que precisava da ajuda de todos e lembrou que tinha se tornado a primeira presidente agregada da família Magalhães. Demonstrou que não era por acaso que fazia questão de se identificar como uma autêntica MAGALHÃES.
A segunda reunião aconteceu na residência do simpático casal Marquinho/Vaninha. Foi um sucesso. O grande destaque foi o revolucionário desempenho da tesouraria. As receitas somaram R$ 1.210,00 e o saldo em caixa pulou de R$ 6.887,61 para R$ 8.120,94. Para fins de justiça e motivação, o diretor citou o nome dos associados que estavam quites com o FAM, inclusive anuidade, gesto que garantia o recebimento dos prêmios prometidos pela diretoria. O Conselho Fiscal estava presente na pessoa do associado Fernando, que fez análise minuciosa do documento e sentiu dificuldade para entender a prestação de contas. Pediu explicações ao Tesoureiro e este prontamente atendeu. Para fins de aprimoramento, o conselheiro citado propôs confecção de planilha para, de futuro, facilitar a conferência do documento. O titular do setor garantiu a execução do pedido.
Cláudio Júnior anunciou que a Silvania tinha providenciado a logomarca e o selo do Fam, atitude que mereceu um terno agradecimento.
Cláudio lembrou a necessidade de se corrigir a ausência de alguns no WhatsUpp da família. O fato estimularia o convívio maior entre as partes. Citou exemplos.

Pauta extra: O atendimento após a reunião na casa do casal anfitrião foi tão bom que a turma fez uma festa muito boa. O Marquinho, conhecido de todos no manuseio de carnes e aperitivos, se desdobrou e superou a expectativa. Como fruto de uma ideia da área social, ficou decidido que todos os meses a reunião ficaria numa residência.

No mês de maio houve a comemoração do Dia das Mães. Por causa disto, o encontro foi na sede do FAM. Como de costume, foi no sábado, resguardando a chance de as associadas poderem passar o domingo com as mães. Como destaque, o diretor social apresentou a sua vasta programação em homenagem às mães. Montou uma apresentação com vários vídeos, cuja essência era realçar o valor das homenageadas no seu dia, principalmente daquelas que já se foram. A jovem Júlia Araújo apresentou um texto carinhoso homenageando a família, com destaque para a sua avó Ilda. “Minha avó Ilda é a grande mulher da minha vida. Não apenas por ter sido minha avó e ter se colocado no papel de minha mãe nos mais diversos momentos, mas porque ela ainda me inspirou a ser uma pessoa doce como foi em vida, apesar de qualquer sofrimento que tenha passado…” Disse que se achava orgulhosa de ser Magalhães. A sua apresentação provocou muita emoção. Entre os vídeos apresentados, destaque para um poema de Mário Quintana sobre mãe, na voz de Miguel Falabela; e o Bráulio, do programa “Encontro, com Fátima Bernardes”, que apresentou um lindo cordel dedicado às mães. Aureolando as apresentações, Olivinha arrebentou, mandando um vídeo direto do Rio de Janeiro, fazendo uma homenagem às mães, destacando a sua querida mamãe, Vaninha. Cláudio Jr lembrou a história de uma xícara presenteada pela sua filha Luma, que o inspirou a produzir a lembrancinha das mães. Foi uma sequência admirável e emocionante. O diretor ficou muito feliz. E seguiu-se uma bela festa familiar, onde todos se divertiram até altas horas.
No mês de junho o grande acontecimento foi o Forró do Fam. A festança aconteceu na casa do casal Edson/Betinha, que cederam o imóvel com muita satisfação. Vaninha e Marquinho lideraram uma grande movimentação para ornamentar o ambiente, que ficou um verdadeiro show. Vaninha batalhou e conseguiu um sanfoneiro, que fez a festa. Um dos motivos para o acontecimento lá foi o aniversário do anfitrião, Edson Souza, que é muito querido. Em meio à grande movimentação apareceu um grande amigo da família, que foi abraçar o aniversariante especial – o sr. José Arimatéia, que fez um belo discurso em homenagem ao Edson. Concluiu cantando os parabéns e abraçando a todos. Na palavra livre, houve um registro digno de nota: Wellyson parabenizou a diretoria do FAM pelo trabalho de união da família. Lembrou que se orientava por um estilo crítico muito forte – que não deixava de criticar, quando necessário; e de elogiar, quando merecido. Por isto o destaque para o trabalho da diretoria. O fato fez lembrar a finalidade precípua do FAM, constatado no estatuto.

Julho foi um mês muito chuvoso, e a reunião foi protelada para o dia 23, em atenção a um pedido da Eline, que manifestou o desejo de participar do encontro e rever a família e os amigos. Como não poderia deixar de ser, o seu pedido foi atendido com muita satisfação. Nesse dia, chovia a cântaros. A reunião foi na residência do associado Miguel Magalhães, que se desdobrou para atender bem a todos os associados. Não por acaso, o seu filho, Marcos César, se desdobrou fazendo churrasco e providenciando bem-estar para todos. Pela primeira vez, a reunião foi regada a churrasco. Foi um sucesso. Ele teve um desempenho nota 10. Aliado à esposa, o desempenho do casal tem garantido o sucesso da diretoria, a ponto de o diretor social, Cláudio Jr, fazer referência ao desempenho do casal pela dedicação ao FAM. Disse que garimpou bastante no sentido de localizar vídeos que revivessem a história da família. Destacou a preciosidade de um vídeo de 26/01/1991, com o registro de um almoço na casa do associado Abel Magalhães, onde participaram pessoas importantes, tais como a Vovó Olívia, o tio José, o tio Júlio e tantos outros familiares, que mostravam a sua juventude de 26 anos antes. Sua exibição proporcionou muita emoção e bem-estar. Depois da reunião houve a apresentação do vídeo especial, que emocionou a todos. Em seguida, houve o almoço festivo.
No mês de agosto a reunião foi na residência do casal Marcos César/Vaninha e o destaque ficou por conta do diretor social, Cláudio Jr, que convidou para o encontro o secretário de Cullura do município, Sr. Silvestre Rizzatto, acompanhado da esposa, a sra. Lourdes Rizzatto. Foi feita breve exposição sobre a criação e história do FAM para os visitantes e associados. O diretor social distribuiu brindes para os pais e realçou o esforço de sua esposa na confecção das lembranças. Marcos César conectou sua filha Olivinha diretamente do Rio de Janeiro que deu um alô especial para os pais. Foi momento de forte emoção. O convidado Silvestre Rizzatto falou sobre a sua ligação com a família por causa de sua ligação com o associado Cláudio Júnior. Disse do prazer de estar no seio da família; do aspecto emocional; das abordagens feitas pelo Cláudio Jr e prometeu se dedicar à causa do FAM junto à Secretaria da Prefeitura de Arapiraca e do Prefeito Rogério Teófilo, uma espécie de amigo e admirador da família. A esposa, Sra. Lourdes Rizzatto, falou dos seus sentimentos e relembrou passagens emocionantes de sua família que, por coincidência, se assemelhavam com momentos vividos pelos nossos entes queridos. Parabenizou a organização do FAM. Anunciou que era jornalista e fotógrafa. Disse que se identificou muito com a família Magalhães em função de seu estado emotivo, cuja sensibilidade aflora com facilidade. Demonstrou possuir grande carisma e deixou boa imagem.
Em setembro a reunião aconteceu na residência do associado Cláudio Jr, um dos aniversariantes do mês. Seu maior fervor era motivar os associados a prestigiarem os encontros, cujo resultado final é o congraçamento da família. Organizou o ambiente da melhor maneira possível para receber os associados e haver maior entrelaçamento. Destacou os vários motivos para o movimento festivo reinante na ocasião. Falou sobre o projeto Família Magalhães, de iniciativa do associado Abel Magalhães e citou várias ideias, inclusive a necessidade de transformar o FAM numa ONG, para se credenciar a receber ajuda financeira dos órgãos públicos. Na oportunidade Miguel informou que teve um princípio de pneumonia e conseguiu superar o problema com a ajuda principalmente do filho Miguel Jr e de sua nora Vânia. Sandra sugeriu que os encontros acontecessem aos sábados, que talvez fossem mais produtivos. Realçou a instigante atuação do Cláudio Jr no projeto Centro Novo, cujo resultado estava sendo bem sucedido. Wellyson lembrou que já estava na hora de se pensar no passeio anual do FAM e se propôs a colaborar. Cláudio lembrou os bônus que os adimplentes têm direito, no caso, a gratuidade do transporte e a camisa caracterizada do FAM.
Em outubro aconteceu o ponto alto das reuniões do ano. O encontro foi realizado na casa da associada Bernadete, a primogênita da família que, com os seus 82 anos de idade não deixava de irradiar muita alegria e simpatia. Todos os diretores fizeram referência ao elevado sentimento de amor que a querida mana tem. Começou pelo diretor social, Cláudio Jr, que relembrou passagens de sua vida de jovem quando estudava no Colégio Quintela Cavalcante e sempre que ia para a aula passava por lá e era bem recebido. Destacou o prazer que a anfitriã dispensou aos associados durante os bons momentos ali vividos. Finalizou dizendo que era uma grande honra estar ali. Seguindo a sua postura, os demais diretores e associados tiveram o prazer de registrar o seu sentimento de paz e harmonia ali reinante. E a tudo ela reagia com um sorriso nos lábios e a demonstração de estar realizada em ver toda a sua família ali reunida. Inclusive, foi lá que a presença de associados em uma reunião foi batida – 34 membros, o dobro dos outros encontros. Confirmando tais declarações, o segmento da “palavra livre” foi ocupado por nada menos do que sete oradores, todos testemunhando o mérito da questão.
A reunião de novembro aconteceu na residência do casal Edson/Betinha e foi muito movimentada. O Departamento Social informou que a Galeria dos ex-presidentes ia ser revitalizada através do jovem Douglas, esposo da Natália. Destacou suas qualidades, inclusive como admirador e leitor de filosofia. Ficou de executar a obra até a A.G.O. Cláudio Jr. falou sobre o passeio anual do FAM; que o mesmo estava definido para os dias 20 e 21 de janeiro de 2018, no Balneário Dunas de Marapé, na região de Coruripe. Disse que a previsão orçamentária teria ficado em torno de R$ 280,00 por pessoa, com a possibilidade de se dividir em até 6 parcelas no cartão de crédito. Falou também sobre a confecção das camisas para o passeio. No momento, ficou acertado que a Farmácia Santa Quitéria patrocinaria 20 camisas e a Dental Clean, do associado Edyerk, patrocinaria 10 exemplares. Foi lembrada também a bonificação que seria feita aos que estivessem quites com a tesouraria do FAM até o fim do ano. Na “palavra livre” falaram, entre outros, Wellyson, Wesley, Betinha e Edson, que destacaram os obstáculos vencidos na preparação do ambiente para o sucesso da reunião e da surpreendente doença de que foi acometida de última hora a netinha Bia, que preocupou os avós, os pais e os tios. Falou também o amigo da família, o Sr. José Arimatéia, que disse da sua satisfação em estar presente no seio da família Magalhães.
O Natal foi um sucesso. Aconteceu na casa da Betinha/Edson. Além da bela ornamentação, houve a apresentação de um coral, que causou um grande sucesso. Cristina fez a apresentação de uma peça com uma manjedoura mostrando o nascimento de Cristo e proporcionando bênçãos para toda a família. Lembrou que a família Magalhães era abençoada e que não tinha nenhum histórico de câncer. Conclamou que todos fossem cada vez mais tementes a Deus e praticassem as melhores ações.
***
Na sequência veio o passeio do Fam, que foi o maior sucesso. O seu relato está no Portal da Família.
***
Desta forma a diretoria da Associação da Família Magalhães se sente compensada pelas grandes realizações da gestão 2017. É de bom alvitre lembrar que não houve nenhuma lacuna em termos de reuniões; que todos os acontecimentos festivos foram coroados de pleno êxito. Por tudo isto, devemos destacar a atuação de todos os diretores principalmente da querida presidente Vânia e de seu diretor social Cláudio Júnior que realizou com sucesso todas as atividades sociais do clube, com destaque para o melhor passeio de toda história do FAM.
Assim sendo, desejamos que a próxima diretoria seja bem-sucedida e realize uma gestão bastante profícua, para que o objetivo do FAM continue sendo sempre alcançado.
Arapiraca, 27 de janeiro de 2018.
Abel de Oliveira Magalhães – Secretário

Compartilhar

1 COMENTÁRIO

  1. Parabéns, grande secretário do FAM. Que se registre para a história da família MAGALHÃES mais uma gestão profícua onde tantos acontecimentos importantes aconteceram nessa gestão e que sirva para as próximas, fazendo com que a superação seja um desafio constante!!! VALEU!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

*