2017 – 17º livro – Angústia

1
414

Angústia
Graciliano Ramos
“Publicado em 1936, enquanto Graciliano Ramos ainda estava na cadeira. Angústia traz a história do narrador-protagonista. Luís da Silva. um dos mais marcantes personagens da nossa literatura. Aqui. o leitor encontra o funcionário público que. atormentado pelo ciúme e por uma vida de frustrações. acaba pondo fim a um cotidiano de aparente tranquilidade. Para celebrar os 75 anos de um clássico da Literatura Brasileira. a Editora Record publica esta edição especial. organizada por Elizabeth Ramos. reunindo a Fortuna Crítica de Angústia — com textos veiculados na imprensa em torno da obra e do autor desde seu lançamento — além dos posfácios às edições e do texto integral do romance”.
***
O autor dá vazão à imaginação e põe no papel o que lhe vai na alma. Descreve o ambiente em que vive e destaca as personagens do cotidiano. Veja passagens:
“Afinal, para a minha história, o quintal vale mais que a casa. Era ali, debaixo da mangueira, que, de volta da repartição, me sentava todas as tardes, com um livro. Foi lá que vi Marina pela primeira vez, em janeiro do ano passado. E lá nos tornamos amigos.” (from “Angústia” by Graciliano Ramos)
“É verdade que tenho o cigarro e tenho o álcool, mas quando bebo demais ou fumo demais, a minha tristeza cresce. Tristeza e raiva. Ar, mar, ria, arma, ira. Passatempo estúpido.” (from “Angústia” by Graciliano Ramos).
A história se passa integralmente em Maceió, onde o autor viveu muito tempo.
Abel de Oliveira Magalhães
Maceió, 28/11/2017

Compartilhar

1 COMENTÁRIO

  1. Oi Abel
    Mais um livro na coleção para leitura
    Graciliano deve ser lido por todos nos principalmente por alagoanos que somos
    Ademais, particularmente pra gente, há uma mangueira na estória
    Abr

DEIXE UMA RESPOSTA

*