2017 – 1º livro – Entrando no clima

1
585

Entrando no clima
Maju Coutinho
“Antes um tema deixado em segundo plano, a previsão do tempo na televisão ganhou espaço e prestígio com a apresentadora Maria Júlia Coutinho. Carismática, divertida e didática, a Maju, como é chamada pelos colegas e pelo público, logo virou uma das estrelas do Jornal Nacional. Inventando termos como “chuvisca” ou explicando as ações do menino danado (El Niño) e da menina levada (La Niña), ela mostrou que é possível e interessante conhecer sobre meteorologia. Com a ajuda de especialistas, a jornalista desvenda neste livro conceitos que já foram incorporados pelos telespectadores, como atmosfera, pressão e efeito estufa. Ilustrações, fotos e gráficos ajudam na compreensão, enriquecida ainda com trechos de música e ditos da sabedoria popular sobre o “deus tempo”.
Diz o apresentador do livro que ela é carismática. E, de fato, ela mostra isso já na introdução do livro ao dizer que para tentar entender um pouco sobre o tempo, passou um tempão longe da família e de amigos queridos. E a eles dedica o livro, que foi um tempo rico em aprendizado, onde compreendeu melhor o sentido da frase do filósofo Sócrates: “Só sei que nada sei”.
De fato ela demonstra enorme carisma e simpatia. A abordagem gostosa de explicar os fenômenos naturais da terra como as camadas atmosféricas, as estações do ano, as ligações de músicas, cantores, as tendências da moda, dos costumes, os movimentos de rotação e translação etc, isto dá ao leitor a oportunidade de aprender se divertindo.
A abordagem é didática e própria para o aprendizado de leigos.
No item “efeito estufa”, surpreende o mal que é produzido pelos animais através dos puns e principalmente os arrotos das vacas e dos bois, responsáveis por 18% das emissões brasileiras.
Como convidada da ONU, participou da COP 21, de Paris, sobre os desmandos do gás carbônico sobre a camada de ozônio que protege a atmosfera.
No final do livro ela é homenageada pelos seus colegas da Globo, quando iniciou em 2007, no SPTV, onde cresceu e conquistou a todos com a sua simplicidade e carisma.
Recebeu o prêmio “Faz Diferença”, concedido pela Globo e a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro.
Maju nasceu em São Paulo, fez jornalismo na Cásper Líbero e se especializou em política e relações internacionais.
O livro é um amorzinho.
Maceió, 10 de janeiro de 2017.
Abel de Oliveira Magalhães.

Compartilhar

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

*