2016 – 22º livro – Desejo proibido

1
549

Doce tentação
Dayane Aldaves e Oceano Editores
Manuela é uma garota de programas que está tentando mudar de vida. Para isto, deixa a agitada capital carioca para ir morar em Montana, no interior do Goiás, uma cidade conhecida por ser habitada por fazendeiros abastados, onde ela acredita piamente ter a chance de encontrar um marido rico que desconheça seu passado e lhe dê uma vida melhor.
Mas as coisas não saem exatamente como planejado e Manuela fica ainda mais na pior, sem emprego, sem família e sem amigos.
O quadro promete mudar quando ela recebe a estranha proposta de uma jovem herdeira milionária, que lhe oferece uma quantia exorbitante em dinheiro para que seduza seu ex noivo, um rapaz que trocou o casamento pelo sacerdócio, a fim de persuadi-lo a quebrar seu voto de castidade, — o que só poderia ser conseguido por uma profissional como ela, já que Miguel está firme em sua decisão — para que assim possa tê-lo de volta.
Entretanto, quando conhece o cara, Manuela o deseja ardentemente e o que seria uma forma de ganhar um dinheiro fácil, transforma-se em um verdadeiro desafio, uma batalha acirrada por manter o controle sobre suas emoções.
Faço minhas as palavras acima, da editora. Acrescento apenas que se trata de uma ficção empolgante, em que o leitor se excita bastante ao longo da excelente leitura. Senão apenas para a falta de revisão do Português utilizado, em que aparecem muitas falhas de concordância e aparente displicência no trato com o idioma. No entanto, as citadas falhas não prejudicam significativamente a essência da obra, que em última análise é um incentivo imenso à imaginação do leitor. Vale a pena ler a obra, principalmente para fugir um pouco da rotina do cotidiano pleno de violência e injustiças que cercam a todo instante. Um belo livro no gênero.
Maceió, 27 de outubro de 2016.
Abel de Oliveira Magalhães.

Compartilhar

1 COMENTÁRIO

  1. Oi Abel,
    Adorei a ideia de quebrar o “eixo” de leitura, faz um bem enorme pro cérebro. Afinal, o tema é motivador.
    Sua sugestão me deixa ansioso para ler a obra.
    Abr
    Fernando

DEIXE UMA RESPOSTA

*