Anna Karenina – Eline

4
730

Sinopse de Eline
Livro: Anna Karenina
Anna Karenina é um clássico universal, uma obra do famoso escritor russo Leon Tolstói que merece ser lida. “Muitos consideram Anna Karenina o melhor romance do mundo. De qualquer modo, é um dos melhores exemplos do século XIX do romance psicológico”. Um clássico é uma história que atravessa o tempo e mesmo com sua linguagem datada, os dramas e as escolhas pessoais de seus personagens nos fazem refletir acerca do que existe de mais complexo e mais envolvente – as relações humanas dentro do mundo que criamos ou somos obrigados a viver.
“Todas as famílias felizes são iguais. As infelizes o são cada uma à sua maneira”. É assim que começa o livro Anna Karenina, escrito entre 1873 e 1877. Como indica a primeira frase do livro, o enredo gira em torno do tema família, mas também da vida em sociedade, focando principalmente em Anna Karenina, uma mulher da aristocracia russa, casada e com um filho, que decide abandonar tudo para viver com seu amante chamado Vronski. Apesar de este ser o foco do livro, Tolstói explora diversos temas como amor, casamento, política, espiritualidade e morte. Há diversos personagens importantes, mas o mais interessante talvez seja Lievin, que dizem que em muito se assemelha com o próprio Tolstói. Enfim, em “Anna Karenina”, o autor é extremamente crítico aos padrões sociais da época e nos coloca diante de personagens que estão dispostos a viver e buscar o amor e suas verdades pessoais.
Sendo assim, o leitor também é levado a descobrir as suas próprias verdades. Essa é a grande riqueza de embarcar de cabeça em uma obra clássica de um autor com tanta sensibilidade no trato com a natureza humana.

Compartilhar

4 COMENTÁRIOS

  1. Quero parabenizar a Eline pela sinopse acima. Além da sinopse, me congratulo também pelo belo feito em si – leu mais um livro. Sempre que isto acontece fico emocionado e muito feliz. Gostaria muito que as pessoas mergulhassem nesse belo mundo da leitura. Temos muito o que aprender. É uma fonte inesgotável. Quanto mais lemos, mais aprendemos. O difícil é criar o hábito, principalmente num mundo cheio de distrações tecnológicas que nos rodeiam. Quem não chega lá, não sabe o que está perdendo. Parabéns, Eline. A sua satisfação também é a minha, porque faço isso diariamente. E sei do grande valor. Grande abraço.

  2. Obrigada tio! Sem dúvida crescemos com as leituras e no caso desse livro e autor em particular, sinto-me transformada. Já quero começar outro livro.

  3. Eline
    Seu relato é um belo espelho da intenção do autor, senão maior, mas certamente um dos melhores talentos russos para o romance. Vale a pena, com certeza, ler a obra.
    Acrescento somente uma sugestão: procure ver o filme homônimo, sem sombra de dúvida , você vai se emocionar!!!
    Bjo e parabéns por escrever tão bem

DEIXE UMA RESPOSTA

*