Ata da reunião da diretoria do FAM, de 14/09/2008

0
658
ATA

Ata da reunião da diretoria do FAM, de 14/09/2008.

ABERTURA – Aos quatorze dias do mês de setembro de 2008, às 12:03h, sob a presidência do Sr. Cláudio de Oliveira Magalhães Júnior, foi aberta a reunião da diretoria do FAM com a oração habitual feita pela associada Ana Lúcia, que leu um trecho de um livro cristão mostrando a importância de Deus para toda a família e, atendendo ao pedido do associado e diretor social Marcos Magalhães, colocou nas intenções da oração o associado Abel Magalhães, que precisou se ausentar, pois, naquele momento, estaria realizando sua tão importante prova da OAB.

Secretaria – A secretária suplente, Isabela Kalline, leu a ata da reunião anterior, a qual foi aceita por unanimidade.

Tesouraria – O Tesoureiro Wigberto Magalhães falou que, por problemas em seu computador, não poderia dar informações mais detalhadas sobre o saldo atual do FAM e recebimentos de mensalidades, mas ficou combinado que tudo seria entregue à secretaria da associação para que constasse em ata. Saldo anterior: R$ 1.059,00; Recebimento: R$ 110,00; Saldo atual: R$ 1.169,00.

Diretoria cultural – O presidente justificou a ausência da diretora cultural Margarete Jane a qual estava em Maceió nesta ocasião dando apoio ao seu pai, Abel Magalhães. Também em nome da diretoria cultural informou que ao fim da reunião haveria um apresentação de um grupo circense, da equipe Candeeiro Aceso, chamado “Circo Artes Plim”.

Diretoria de esportes e lazer – Novamente o presidente justificou a ausência do diretor José Raniery Junior pelo mesmo motivo de sua mãe, a diretora cultural.

Diretoria de patrimônio – O diretor de patrimônio Juracy Magalhães iniciou sua pauta agradecendo a presença de todos e a alegria e surpresa que todos proporcionaram em seu casamento. Logo após, informou que a relação de patrimônios da família será atualizada e apresentada na próxima reunião.

Diretoria social – O diretor Marcos Magalhães agradeceu, em primeiro lugar, a presença de todos na formatura de sua esposa, a associada Rosivânia Magalhães, pois sem estes a festa não teria o mesmo brilho. Comentou também sobre o casamento de Juracy, que conseguiu superar as expectativas. Parabenizou, mais a diante, ao presidente Cláudio Jr. pela maravilhosa recepção e frizou que as reuniões festivas devem continuar. Dando continuidade, mostrou a proposta que tinha para as olimpíadas e próxima reunião do FAM que deveriam ser realizadas nos dias 11 e 12 do mês de outubro próximo na casa do associado Magno Magalhães, na Barra Nova, tendo também, estrategicamente, uma homenagem à querida vovó Olívia Magalhães, que completaria mais um ano no dia 13. Magno pede uma parte ao diretor social e mostra a enorme satisfação em receber todos da família em sua casa, inclusive muitos também que ainda não a conheciam, unindo o útil ao agradável, e comunicou que a idéia teve também a aprovação de sua esposa Eliane. Apesar de toda a satisfação, mostrou também certa preocupação com relação à distância, algumas limitações de sua casa e local para todos dormirem com conforto, mas disse que acolhe a idéia com muito prazer. Falou que mesmo não tendo espaço para todos, a casa possui muito espaço para colchonetes, no caso de quererem levar, e também existe uma pousada muito próximo à casa, onde alguns associados que estejam interessados podem até mesmo fechar um pacote. Tia Rose pede também uma parte e fala que o FAM Jovem deveria se unir para trabalhar e ajudar nas olimpíadas. Após algumas discursões, foi decidido oficialmente que: Nos dias 11 e 12 de outubro, na “Casa da Bruninha”, serão realizadas as olimpíadas do FAM de 2008, tendo como dia principal de competições e a reunião o domingo (12). Cláudio Magalhães aproveita e diz que ele mesmo ainda não conhece a casa do Magno e será uma ótima oportunidade. Comentou que essas olimpíadas serão uma junção com passeio do FAM, o qual não ocorreu este ano. Para finalizar, o diretor social Marcos Magalhães informou que esta reunião estava sendo realizada em homenagem aos aniversariantes do mês e que a reunião de novembro será definida na próxima reunião, mas já tem como proposta a casa da associada Mª Elizabete Magalhães, aniversariante do mês.

Na PALAVRA LIVRE, Magno Magalhães, primeiramente, diz que está muito feliz em ver o FAM de volta da maneira que sempre imaginou: sem hierarquia. Comentou que o M12, e não M10, é bastante conservador, mas devem haver atualizações, que é o que está acontecendo.Através dos descendentes, o FAM deve seguir um ciclo de vida, chegando à eternidade. Falou que a nova forma de reunir a família atrai muito mais por ser mais prazerosa e, por conseqüência, todos acabamos conhecendo uns às casas dos outros. È uma forma que faz com que seja mais gostoso estar participando e ela não deixa dúvidas de que está usufruindo disso. Terminada a sua palavra livre, Magno cede uma parte ao presidente que diz que é uma honra recebê-lo em sua casa. Vânia inicia sua palavra livre agradecendo por fazer parte da família e pela presença de todos que contribuíram para o sucesso de sua formatura. Agradece também a seu marido e seus filhos que deram grande apoio e ajudaram também na organização da festa. Cláudio pede uma parte e fala sobre o apoio, o incentivo e a importância do FAM. Vânia complementa dizendo que cada um dessa família tem seus méritos e sua importância do seu jeito. Continuando, parabenizou ao associado Juracy por seu casamento, o qual teve bastante êxito. Falou também que não imaginava que o carinho que ele tinha por ela e seu marido fosse tão grande, o que foi demonstrado através do convite para serem padrinhos dele, e isso fez com que ela se sentisse muito importante, feliz e emocionada em participar desse momento. Ilda utilizou de sua palavra livre para sugerir que, para um melhor funcionamento das olimpíadas, aqueles que não tivessem como ir, devem entrar em contato com outros familiares para se unirem. Marcos Magalhães iniciou sua palavra falando sobre a importância da interatividade entre os familiares. Logo após aproveitou um assunto discutido anteriormente e reforçou que a tendência do FAM é que não existam subdivisões, como por exemplo, o FAM Jovem, pois este está participando em conjunto com todos os outros membros do FAM e já está bastante engajado, o que se tornou mais perceptível com a entrada de alguns dos membros jovens na diretoria geral, por isso justifica-se também a ausência de outra diretoria, como ocorrera das últimas vezes. Rose pede uma parte e diz que, mesmo não havendo mais o FAM Jovem ela faz questão de estimular e conquistar alguns membros deste que necessitam deste prestígio para sentirem que fazem realmente parte e para que eles tenham o desejo de comprometimento com essa família. Retomando a palavra, Marcos sugere que o FAM Jovem deve passar a fazer parte dos membros do FAM oficialmente tendo, inclusive, seus nomes na lista de associados, passando a pagar a mensalidade somente quando o mesmo tiver renda própria e total independência; o que foi aprovado por todos. Adilson Magalhães comunica que a reunião de dezembro (14/12/2008) será em sua residência, pois dia 08/12 é seu aniversário. O presidente Cláudio Jr. também utilizou da palavra livre e comunicou que o site do FAM volta a funcionar com total maestria do associado Abel Magalhães, que mesmo estando um pouco ausente, por seus motivos, da associação, ele é “o maior FÃ do FAM!”. Quanto à lista dos contatos do FAM, Wellyson Magalhães ficou responsável pela atualização, com a aprovação de todos. Prosseguindo com sua palavra, o presidente sugeriu a criação de uma galeria com todos os presidentes do FAM, a qual teria um custo de R$ 45,00 por cada quadro, sendo cada quadro doado por seu respectivo dono. Para incentivar a idéia, Cláudio Jr. pagou o de seu pai que já havia sido presidente por 7 (sete) vezes e expôs para todos a linda obra do artista Dija. Seguindo o exemplo de Cláudio Jr., Eliane se ofereceu para pagar o quadro de sua mãe, sendo aplaudida por todos. O presidente citou em suas últimas palavras uma outra sugestão que seria a montagem do “Museu do FAM” e pediu a doação de todos para que se possa construir a história da família Magalhães para que, assim, ela possa se perpetuar. Para finalizar a reunião, Cláudio Jr. mostra a honra que tem em receber todos em sua residência, pois foi a realização de um sonho, e, aproveitando, agradece ao seu pai, Cláudio Magalhães o qual diz “amar de coração”. Enfatizando novamente que o estatuto 3º do FAM deve estar em foco nessa sua gestão, releu o mesmo e mostrou que seus dizeres mostram a irmandade que é o FAM. Dando a reunião por encerrada e sendo aplaudido por todos, convidou a equipe do “Circo Artes Plim” que deu um belíssimo show onde todos se divertiram e sorriram bastante. que deu um belm” equipe do “udido por zeres mostram a irm

Original assinado por:

Isabela Kalline Fidelix Magalhães

Secretária Suplente

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

*