Ata da reunião do M12, de 03.02.2007

0
773

Ata da reunião do M12, de 03.02.2007

ABERTURA – Às 21:00h, do dia três de fevereiro de 2007, na sede social do FAM e sob a presidência do Sr. José de Oliveira Magalhães, foi aberta a reunião do M12. O presidente fez uma breve exposição sobre o histórico do grupo, principalmente pela presença dos herdeiros do saudoso associado Antônio de Oliveira Magalhães – Rose, Cristiane e Wagner.

Fernando fez um resumo dos assuntos tratados na última reunião do grupo acontecida no mês dezembro de 2006, em função do falecimento do associado Antônio e do estado de saúde do associado Juracy. Lembrou que ficou decidida a venda do patrimônio remanescente, exceto a casa em que está situada a sede do FAM – como era desejo manifestado pela matriarca d. Olívia Magalhães. Ficou acertado aguardar um pouco para melhor oportunidade em termos de valorização; que os rendimentos do patrimônio referentes ao exercício de 2006 seriam aplicados na recuperação da saúde do Juracy.

Miguel discorreu sobre o patrimônio, originário de Olívia Magalhães, ainda existente: dois salões e dois e meio terrenos. Apresentou também os rendimentos do referido patrimônio no citado exercício: R$ 3.050,00 (três mil e cinqüenta reais), provenientes de aluguéis, devendo abater a importância de R$ 239,00 (duzentos e trinta e nove reais) referente a despesas de limpeza do sítio, energia elétrica, água e conserto/manutenção do salão da rua Lino Rodrigues. Deduzidas as despesas acima, resultou o saldo de R$ 2.811,00 (dois mil oitocentos e onze reais) que, dividido pelos herdeiros, coube a importância de R$ 234,25 (duzentos e trinta e quatro reais e vinte e cinco centavos). Foi autorizado o uso do saldo acima na recuperação da saúde do associado Juracy N. Magalhães, para fazer face a despesas médicas e medicamentos. Para fins de esclarecimento, as despesas referidas somaram o seguinte montante: R$ 890,80 até a presente data. Miguel mencionou que havia mais uma despesa a ser debitada, no valor de R$ 190,00 (cento e noventa reais) devido a adiantamento feito pelo associado Cláudio. Este aproveitou para doar a importância citada, resultando num saldo de R$ 1.920,20. Com o acréscimo de juros de poupança, o saldo atualizado até 02/02/2007, ficou em R$ 2.090,20 (dois mil e noventa reais e vinte centavos). Ficou acertado que Miguel apresentaria a posição atualizada do saldo por ocasião das reuniões mensais do FAM.

Alimentos – Ficou decidido que, em caso de necessidade, podem ser utilizadas parcelas para aquisição de gêneros alimentícios imprescindíveis à dieta recomendada pela médica nutricionista.

Adilson aventou a hipótese de comprar o salão com os dois terrenos contíguos, mediante avaliação de técnicos especializados. Betinha aproveitou para lembrar que gostaria de adquirir o meio terreno anexo à sua casa, segundo desejo de nossa mãe, mas sua atual condição financeira não permitia. A partir dessa manifestação, o Fernando sugeriu um encontro de contas, tendo em vista ser ela (Betinha) herdeira legítima.

Wagner expôs o seu ponto de vista. Disse que não tinha preocupação com a venda dos bens e sim atualizar a situação, visando evitar complexidade que naturalmente ocorre com a falta de discussão do tema. Disse de sua satisfação pelo que foi apresentado no encontro. Perguntou se havia algum resíduo de patrimônio na Fazenda Magalhães. Foi informado que restavam um salão e duas casas, correspondentes a uma tarefa de terras.

Cristiane fez os seus questionamentos, sempre baseados na linguagem jurídica. Perguntou se os bens foram legalizados, principalmente a sede do FAM. José expôs por que isto não aconteceu, levado especialmente pelos valores simbólicos que aquela casa representava para ele. Ficou comprovada a necessidade de se regularizar a situação. Wagner sugeriu contratar técnico especializado para fazer avaliação dos imóveis, nominá-los e distribuir o documento com as partes interessadas. Lembrou a situação da Rose e da Natália que, depois do desaparecimento do Antônio, a situação ficou muito difícil. Conclamou que todos continuassem apoiando a Rose e a Natália, buscando minimizar as vicissitudes que estão enfrentando. Cristiane pediu uma cópia do estatuto do FAM para análise e verificar se havia necessidade de modificações. Abel se comprometeu a remeter o documento via e-mail.

José encerrou a reunião dizendo que o encontro foi muito produtivo, às 23:15h.

Original assinado por

Abel de Oliveira Magalhães

Secretário ad hoc

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

*