Ata da reunião da diretoria do FAM, de 09.12.2007

0
732

Ata da reunião da diretoria do FAM, de 09.12.2007

ABERTURA – Às 11:00h, o encontro foi aberto com a oração habitual feita pela associada Ana Lúcia de Oliveira Magalhães;

Secretaria – Não houve ata. Secretário demonstrou satisfação pelo belo quadro proporcionado pela platéia;

Tesouraria – O diretor iniciou informando que o passeio anterior do Fam estava totalmente quitado. Quanto ao balancete do mês anterior, destacou o saldo líquido de R$ 2.150,00;*

Departamento Social – Diretor Cláudio Magalhães abriu discussão sobre a possibilidade de realização ou não do Natal do Fam. Assunto discutido, ficou decidido que o mesmo iria acontecer no dia 24/12, em sua residência, oportunidade em que os associados iriam conhecer as suas novas instalações. Cláudio convocou a associada Roseli para organizar os pratos do dia. Disse que as bebidas e os tira-gostos eram por sua conta. AGO e Passeio – Ficou decidido que o passeio anual do Fam será realizado nos dias 12 e 13 de janeiro de 2008. Na oportunidade será definida a data da AGO. O local do passeio será definido no próximo domingo, quando uma comissão liderada pelo associado Marcos César se deslocará para duas cidades – uma em Alagoas e outra em Sergipe – em busca da decisão.

Fam Jovem – Isabela anunciou que o Fam Jovem vai proporcionar uma grande surpresa no Natal. Pediu a colaboração de todos, no sentido de comparecerem ao evento, a fim de prestigiarem a iniciativa. Raninho falou sobre a crise do Fam e apresentou as suas idéias para a recuperação do mesmo. Citou o pensamento de sua mãe, Magal, que tinha satisfação em zelar pela organização; que as reuniões feitas com o grupo eram focadas no Fam. Referiu-se à Comunidade do Fam Jovem no orkut e os depoimentos dos seus membros ali registrados, com destaque para o depoimento do jovem Alysson. Cláudio interrompeu para se solidarizar com o Fam Jovem, incentivando a sua luta em prol do Fam, sendo seguido pelo Marquinhos e Betinho. Wellyson também deu o seu depoimento com muito entusiasmo.

Diretora cultural – Não se pronunciou;

Diretora de patrimônio – Não se pronunciou;

Palavra livre – Fizeram uso da palavra os seguintes associados: Magal, que destacou o desempenho do filho Raninho à frente do Fam Jovem; realçou a felicidade de ver a reunião do Fam repleta de associados; disse da importância do Fam para todos, principalmente para a família Magalhães; falou sobre a sua formatura que acontecerá na primeira quinzena de março de 2008. Pediu que reservassem o citado período para prestigiarem o evento; anunciou o Reveillon na residência do associado Carlos Magno e reproduziu frase do mesmo sobre a decisão: “Adorei a idéia”.

Cláudio Júnior se solidarizou com todos os associados do Fam pela bem-sucedida reunião que estava acontecendo. Citou exemplo de um vizinho da família Magalhães, sr. Moacir, que estando enfermo em Recife respondeu à curiosidade do médico: “A minha família é grande mas infelizmente não é unida. Em compensação, uma família vizinha a mim é o contrário. Todos os meses dá gosto ver os carros estacionados na frente da casa enquanto eles se reúnem, debatem os problemas e se confraternizam”. Falou sobre sentimentos, democracia, motivação e citou um trabalho que liderou numa organização social de nome: “Anuncia-me”, trabalho de evangelização. Falou sobre o Natal e o seu verdadeiro significado: nascimento, união, paz, perdão etc. E que estas coisas estavam sendo necessárias ser postas em prática no Fam. Falou sobre o orgulho e os seus males; que era hora de recuperar as amizades distanciadas do Fam e encerrou colocando-se à disposição de todos.

Miguel falou de sua imensa felicidade em ver um quadro como aquele que acontecia na sede do Fam, uma assembléia com tanta participação. Citou exemplo do primo José Magalhães, (filho do tio Luiz), que teria presenciado uma das reuniões do Fam e ficara impressionado com o que viu. Lamentou que na sua família não acontecia o mesmo. Finalizou lembrando o aniversário do presidente do Fam, José Adilson. que tinha completado mais um ano no dia anterior.

Fernando quebrou o seu paradigma. Permanecera silente até aquele instante. Instigado pelos presentes, terminara por resolver falar. Disse que a sua presença ali se devia à família. Pelas dificuldades enfrentadas nos últimos tempos, refletiu muito e descobriu quanto é importante a família. Por isso, estava ali participando da reunião. Realçou sua experiência de vida. Destacou o crescimento da Magal e do Cláudio Júnior e analisou o prejuízo produzido pelo elemento chamado fofoca. Citou passagens que o machucaram muito.

Marquinhos iniciou pedindo desculpas porque ia chover no molhado. Depois de tudo que tinha ouvido, achava necessário dizer umas palavras sobre o assunto. E disse que era e sempre foi um entusiasta do Fam. Discorreu sobre o tema. Sublimou dizendo que tudo era um desafio E como desafio, tinha que ser enfrentado. Falou sobre o Fam Jovem e o seu objetivo. Disse que era entusiasta do grupo e que confiava plenamente em seu sucesso. Encerrou lembrando a necessidade de todos se colocarem sempre no lugar do outro nas horas das críticas ou especulação.

Conclusão – O presidente encerrou o encontro, agradecendo a presença de todos e disse: “O melhor presente de aniversário que recebi foi esta reunião”.

Original assinado por:

Abel de Oliveira Magalhães

Secretário

* Conta do Fam na Caixa Econômica Federal, 7690-0, Ag. 0056, controle 013.

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

*