ATA DA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA DE FEVEREIRO DE 2015

0
640

ATA DA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA DE FEVEREIRO DE 2015

Abertura – A solenidade aconteceu na sede do FAM, com início às 11:00h. O presidente Alysson agradeceu a presença de todos e fez um pequeno resumo sobre os principais acontecimentos de sua gestão. Pediu desculpas pelos eventuais erros cometidos, reconhecendo as intervenções de pessoas como Adilson (seu pai) e Miguel (tio), que sempre cobravam a execução de determinadas tarefas. Ao final, a plateia aplaudiu. Em seguida, convidou o associado Marcus Vinicius para presidir o encontro. Este convidou o associado Abel Magalhães para secretariar os trabalhos. Para a oração inicial, convocou a associada Maria Elizabeth Magalhães. Por motivo superior, a ordem do dia foi informal. O presidente convidou a tesoureira Rosivânia Fidelix para fazer a apresentação das contas do setor. Ela apresentou um relatório de receitas e despesas do FAM, gestão 2014; detalhou os débitos e os créditos com um resultado final de R$ 8.712,63 (saldo em caixa), que obteve aprovação do plenário. A diretora Cultural, Adriana, informou que o ano foi difícil para ela com problemas de saúde enfrentados e pediu perdão por não ter proporcionado melhores resultados. O diretor social, Wellyson, agradeceu a colaboração de todos e realçou as dificuldades enfrentadas para o cumprimento da missão. Disse que, mesmo com as adversidades enfrentadas, fica-se feliz com o resultado do esforço, e que isto faz com que a pessoa se sinta altamente recompensada. Nova mensalidade: Discutido o assunto, ficou decidido que a mensalidade seria a mesma do ano anterior (R$ 15,00); Anuidade – R$ 150,00 para pagamento até o dia 31.03.2015, sendo que 50% será destinado a custear o passeio do FAM, isto é, para a anuidade: R$ 75,00; para pagamento mensal: 90,00. Proposta Orçamentária para a gestão 2015: com base nos pagamentos de viagem da gestão 2013; pagamento de mensalidades da gestão 2015 e promoções de bingos e assemelhados, a previsão orçamentária ficou em torno de R$ 12.727,63. Nova diretoria: devido a informalidade reinante no encontro, foi dispensada a eleição do novo Conselho Deliberativo, permanecendo o atual. Assim, apenas uma chapa foi apresentada e ficou assim constituída: Presidente – Wellyson Magalhães Souza; Diretor Secretário – Abel de Oliveira Magalhães; Diretor de Tesouraria – Rosivânia Vieira Fidélix Magalhães; Diretor Social – Marcos César de Góis Magalhães; Diretor Cultural – José Adilson de Magalhães; Diretor de Esportes e Lazer – Márcio Rogério de Góis Magalhães; Diretor de Patrimônio – Miguel de Oliveira Magalhães. Conselho Fiscal: Ficou assim constituído: Efetivo – Carlos Magno F. Magalhães; Cláudio de Oliveira Magalhães e Ivany de Oliveira Magalhães. Suplentes: Fernando de Oliveira Magalhães; Juraci Nunes de Magalhães e Maria Bernadete Magalhães Cavalcante. Conselho Deliberativo ficou assim constituído: Abel de Oliveira Magalhães, Carlos Magno F. Magalhães, Cláudio de Oliveira Magalhães, Fernando de Oliveira Magalhães, Ivany de Oliveira Magalhães, José Adilson de Magalhães, Juracy Nunes de Magalhães, Maria Bernadete Magalhães Cavalcante e Maria de Lourdes Magalhães Leite. Presidente do CD, Maria de Lourdes Magalhães Leite. Na Palavra livre falaram as seguintes pessoas: Magal, que tinha chegado ao recinto naquele instante e fora alvo de sonora aclamação pela sua simpatia e motivos pessoais de grande sentimento que sensibilizou todos os presentes. Sob forte emoção, ela agradeceu a presença de todos na festinha em homenagem ao seu filho Raninho, que casara no dia anterior; informou que tinha acabado de assinar o divórcio; pediu a remoção do ex-cônjuge do quadro social do FAM; pediu desculpas por eventual desgosto causado aos familiares no passeio do FAM. Foi aplaudida com muito carinho e o presidente da Assembleia deu uma palavra de conforto a ela. Márcio destacou opinião do associado Cláudio Magalhães sobre a postura da Magal no passeio do Fam, realçando a sua coragem e firmeza de propósito. Lembrou também que fora eleito para o cargo de Esporte e Lazer, apesar do pouquíssimo tempo de que dispõe, mas ia fazer um esforço especial para servir à nobre causa. Lembrou também da mensagem que diz: “Os mais ocupados são os que mais têm tempo”. Abel destacou a presença do Marcus Vinicius que prestigiou o casamento do Raninho e o FAM, deslocando-se do Rio de Janeiro para prestigiar a família. Adilson realçou o desempenho dos filhos à frente da diretoria do clube. Magno revelou um sentimento misto. Teria chegado meio desanimado à reunião. Analisou aspectos como diretor e estava preocupado com o estágio da associação e do Espaço Vovô Tibúrcio. Disse que a administração do projeto estava deixando a desejar. Precisava-se definir a viabilidade ou não do mesmo. E havia necessidade de uma resposta objetiva. A definição ficou para uma oportunidade adequada. Marcus Vinicius aproveitou para externar a sua opinião sobre os problemas do FAM. Destacou a necessidade de cada um fazer a sua parte para o desenvolvimento do clube. Sugeriu providenciar agenda de reuniões festivas e nas casas das pessoas, lembrado por Betinha. Agradeceu o convite para presidir a assembleia e se emocionou. Betinha ofereceu a sua casa para a realização do próximo encontro. Adilson e Paulo Vitorino prometeram brindes para o próximo bingo. Eram 12:20 h. A assembleia foi encerrada e o presidente convidou todos para um almoço familiar.

Arapiraca, 08 de fevereiro de 2015

Abel de Oliveira Magalhães – Secretário “add hoc”

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

*