ATA DA REUNIÃO DE MARÇO DE 2015

0
724
Abel Magalhães

ATA DA REUNIÃO DE MARÇO DE 2015

A reunião aconteceu na residência do casal Edson/Betinha, com início às 11:30h. O presidente Wellyson convocou o seu pai, Edson Souza, para fazer a oração inicial. Em seguida, solicitou do secretário a apresentação de sua pauta. Este leu as atas da última reunião da diretoria e da AGO, que foram aprovadas sem restrição.

Abel Magalhães
Abel Magalhães

Em seguida apresentou material de secretaria, com destaque para as atribuições dos diretores; cópia dos estatutos do FAM (primeira e última versão); reprodução das 27 diretorias da Associação e lembrou que estávamos no mês de aniversário do FAM. Este nasceu no dia 18.03.1989, há 26 anos. Em seguida o presidente passou a palavra para a diretora tesoureira, Rosivânia Fidelis, que apresentou o balancete do período, com o seguinte resultado: Créditos recebidos no período – R$ 820,00; Débitos – R$ 698,00. Saldo positivo: R$ 122,00. Saldo geral em poupança – R$ 8.878,59. A palavra foi transferida para o diretor social, Marcos César, que apresentou a sua pauta com os seguintes destaques: Disse que tinha muitos desafios pela frente, e que eles existem para ser superados. Iniciou agradecendo ao casal Edson/Betinha pela acolhida dispensada aos associados do FAM para a realização do encontro. Incentivou os demais para seguirem o exemplo. Realçou a importância do gesto para a união da família. Disse que o bingo marcado para o dia fora transferido por motivo superior, mas se comprometeu a realizá-lo na próxima reunião. Lembrou a necessidade de as reuniões serem realizadas na segunda semana de cada mês, conforme previsto nos Estatutos Sociais; pediu que todos honrassem os seus compromissos para com o FAM; disse que quer fazer alguns eventos para angariar fundos e focar na sua finalidade. Referia-se ao projeto Espaço de Lazer Vovô Tibúrcio Magalhães. Revelou ideia para a realização da 1ª Feijoada do FAM. Deu detalhes da iniciativa. Previsão orçamentária – R$ 2.000,00 de despesa; doação de 8 associados = R$ 800,00 (100×8); bilhetes a R$ 25,00 (cada associado venderia 3 unidades, equivalente a três convidados); previsão de faturamento – R$ 3 a 4 mil. O resultado seria investido no citado projeto. Calendário festivo do ano: Dia das Mães; Arraiá do FAM; Dia dos Pais; Natal do FAM; Passeio do FAM; Passeio José Magalhães. Por fim, homenageou todos os aniversariantes do mês, anunciando o nome de todos eles, com destaque para os sócios efetivos: Cláudio, Lurdinha e Ivany. O diretor Cultural, José Adilson, anunciou que iria dialogar com o secretário para priorizar as providências a executar, tais como catalogação dos livros da Biblioteca Olívia Magalhães e a execução da Galeria dos Ex-presidentes. Sinalizou possíveis providências para a próxima reunião. O diretor de Esportes e Lazer, Márcio Rogério, destacou três eventos mais marcantes do FAM: o Campeonato de Biriba; a Olimpíada Tradicional e a Olimpíada Eletrônica, com destaque para a eletrônica, que proporciona maior criatividade. Disse que vai se dedicar à causa. O diretor de Patrimônio, Miguel Magalhães, informou que ia atualizar a listagem do setor e apresentá-la na próxima reunião. Na Palavra livre falaram as seguintes pessoas: Edson Souza, que agradeceu a oportunidade de receber todos em sua residência e demonstrou o seu prazer em ter o filho Wellyson na presidência do FAM; disse que o mesmo tinha colado grau no dia 11.03.2015 e que o fato teria representado o FAM na solenidade; que todos os seus filhos estavam formados e que, com isto, se sentia realizado. Por isto, estava muito feliz com a família. Miguel disse que tinha 2 problemas a informar. Emocionado, falou sobre o irmão Juraci que estava com problema sério de saúde; que estava ameaçado de perder uma perna; que estava hospitalizado e sem previsão de receber alta e longe da família; informou que o Betinho estava desempregado e precisando de trabalho. Marcos César perguntou se alguém sugeria a casa para a próxima reunião. Ficou definida a própria. Wellyson agradeceu a presença de todos, dizendo: “Estou e vou ficar cada vez mais motivado a continuar na convivência que a família proporciona, a exemplo do que disse o meu primo Magno na noite anterior, num encontro casual na casa da Sandra: ‘Isso não tem preço…’ Encerrou o encontro agradecendo a todos e convidou para um belo almoço sob as fruteiras do casal anfitrião.

Arapiraca, 15 de março de 2015

Abel de Oliveira Magalhães – Secretário.

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

*