SUMÁRIO DA REUNIÃO DA DIRETORIA DO FAM, DE 19.04.98

0
589

SUMÁRIO DA REUNIÃO DA DIRETORIA DO FAM, DE 19.04.98

Prezado associado,

abaixo, o resumo da reunião sob referência.

Abertura – Fernando abriu o encontro cobrando a apresentação dos formulários para planejamento estratégico, distribuídos com os diretores previamente. Três das diretorias não estavam com os formulários preenchidos – Diretoria Cultural, Tesouraria e Esportes e Lazer. Falou sobre a necessidade de mudança de formato nas reuniões do FAM, que em resumo seria: a assembléia seria realizada em duas etapas, sendo a primeira, de trabalho com a diretoria e a segunda envolvendo todos os demais participantes, sempre com um motivo novo a ser abordado como uma tele-conferência, uma palestra etc. A assessora cultural, associada Margaret Jane, ficou encarregada de, juntamente com Cláudio Júnior, apresentar uma pauta (programação) para constar do PE.

O Diretor Social, na pessoa de seu Assessor direto Cláudio Júnior, apresentou plano de ação para o corrente ano constante de atividades para todos os meses. Na área de projetos, apresentou duas sugestões: entregar até o final do ano projeto para um salão de eventos com planta baixa e orçamento das despesas gerais; montar equipamento de som contendo mesa para 08 (oito) canais, amplificador, EQ-CE CD, gravador, 04 microfones e respectivas caixas acústicas.

Diretor de Esportes e Lazer, Wirley Carles, apresentou uma sugestão: construção de quadra de esportes na sede do FAM, com chuveirão para prática de atividades esportivas em geral. Prevê também passeios de bicicleta pela zona rural e/ou urbana. Para isto precisava de material ligado às atividades, como bola de vôlei, de futebol de areia, rede, iluminação etc. Foi criada comissão para a elaboração do projeto detalhado, envolvendo até custos, constituída dos seguintes membros: Wirley, Cláudio Jr, Miguel Jr, Marcos César e Wilson, presididos pelo primeiro.

Fazenda Agrícola – Fernando falou sobre a visita que fez à fazenda agrícola em Pão de Açúcar (AL) e disse do interesse da atual administração em produzir horti-fruti na Fazenda Magalhães. Para isto, a exigência nº um era a construção de um poço artesiano, cujos primeiros passos já foram dados, conforme orientação da deputada Ceci Cunha, visando constar do orçamento da CODEVASF. Anunciou ter recebido proposta nova de pessoa interessada em construir o citado poço sem ônus para o Fam e sem a participação de orçamento público, pela demora natural de tais iniciativas. Com o anúncio da nova alternativa, gerou-se uma pesada discussão sendo interpretado como iniciativa que envolveria interesse político entrando em choque com os estatutos do FAM, em seu Capítulo I, artigo 3º, parágrafo 3º, quando diz textualmente: “O Fam não poderá, em qualquer hipótese, ser usado por seus associados como instrumento de militância político-partidária”. O Presidente se desdobrou para desvincular uma coisa da outra, isto é, mostrar que a alternativa não fere o Estatuto do FAM. Submetido a votação, o assunto ficou assim decidido: por 4 votos contra 3, a diretoria foi autorizada a continuar a negociação referente a construção do poço artesiano. Fernando ficou de entrar em contato com a parte interessada e acertar a sua vinda a uma das reuniões do Fam, a fim de expor o seu ponto de vista, a exemplo do que aconteceu com a deputada Ceci. Ante o forte calor das discussões geradas com o tema abordado e o adiantado da hora, a reunião foi suspensa e não pôde ser concluída. A qualquer momento, a Secretaria expedirá documento sobre nova reunião de diretoria.

Original assinado por

Abel de Oliveira Magalhães

Diretor Secretário

Lista Telefônica:

Favor inserir o telefone abaixo no nome dos associados Fernando/Ana

338-3278 Fone/Fax na Laundromat

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

*