Ata da reunião da diretoria do FAM realizada em 26.03.94

0
735

Ata da reunião da diretoria do FAM realizada em 26.03.94

Com a presença dos associados Abel, Cláudio, Wigberto, Miguel, Maria Elizabete, José Adilson, Edson Souza, Marta Nogueira, Ivonete, Ilda, D. Olívia, Roseli e Antônio, teve lugar mais uma reunião de diretoria do FAM, no lugar de praxe. Cláudio abriu o encontro solicitando do Secretário a leitura da ata da última reunião, cujo teor ficou inalterado. Dando prosseguimento, informou sua transferência para a cidade de Gararu SE, fato ocorrido contra a sua vontade. Disse que as lideranças da cidade de Arapiraca se movimentaram junto à Direção do Banco, tentando reconsiderar o despacho, sem sucesso. Aguarda decisão do INSS sobre pedido de aposentadoria, no que demonstrou pouca esperança. Em seguida, solicitou do Tesoureiro, Sr. Miguel, que fizesse a prestação de contas da confraternização de janeiro. Miguel informou que as despesas somaram o montante de CR$ 96.700,00 (noventa e seis mil e setecentos cruzeiros reais). Com o recebimento de CR$ 188.700,00 (cento e oitenta e oito mil e setecentos cruzeiros reais), provenientes de anuidades pagas pelos sócios, o Tesoureiro abateu o valor das despesas e depositou o restante CR$ 92.000,00 (noventa e dois mil cruzeiros reais) na conta do FAM. A documentação referida se encontra à disposição dos interessados. Finalizou apresentando o saldo da conta do FAM CR$ 496.491,43 (quatrocentos e noventa e seis mil quatrocentos e noventa e hum cruzeiros reais e quarenta e três centavos), posição em 28.02.94 e previsão de CR$ 690.122,00 para 28.03.94. Na “Palavra Livre”, o Presidente Cláudio aproveitou para informar sobre o choque de opinião havido entre ele e o associado Sr. Antônio Magalhães ocorrido há cerca de 30/40 dias. Lamentou não ter tido a habilidade desejada para momentos dessa natureza, pelo que, ante o mal-estar criado na oportunidade, colocaria seu cargo à disposição de quem desejasse, se isso fosse para o bem do FAM. Com a presença do associado litigante dando entrada ao recinto, este foi convidado para externar o seu ponto de vista, que aproveitou o ensejo e desabafou o que lhe estava engasgado. Ante a intervenção conciliadora dos demais associados, os litigantes fizeram as pazes, num gesto eloqüente de maturidade, selando o feliz desfecho com um abraço fraternal. Nada mais havendo a tratar, lavrei a presente ata que vai datada e assinada por mim e pelo Presidente e será submetida à apreciação da diretoria na próxima reunião.

Arapiraca (AL), 26 de março de 1994

Cláudio de Oliveira Magalhães Abel de Oliveira Magalhães

Presidente Secretário

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

*