Ata da reunião da diretoria realizada em 23.10.93

0
576
ATA

Ata da reunião da diretoria realizada em 23.10.93

Às 20:00h do dia 23 de outubro de 1993, na residência da matriarca D. Olívia Nunes de Magalhães, presentes os diretores e associados Cláudio, Wigberto, Edson Souza, Sandra Magalhães, Carlos Magno, Wirley Carles (visitante), Cláudio Júnior, Ana Lúcia, Maria Elizabete, Marcos César, D. Olívia, Abel, Antônio, Miguel, Adilson e Marta, teve lugar mais uma reunião do FAM. O presidente Cláudio abriu o encontro solicitando do secretário a leitura da ata referente à reunião anterior, que foi lida e não sofreu restrição. Iniciou a pauta informando que o imóvel da Praça Rosendo Vieira Lima tinha sido devolvido pelo inquilino Ailton, inclusive chaves, comprovantes de luz e água, segundo informação complementar do sócio José Adilson. Quanto ao imóvel da Rua Lino Rodrigues fez a sua avaliação junto à imobiliária do Sr. Nildo Gomes que o avaliou em CR$ 350.000,00 (trezentos e cinqüenta mil cruzeiros reais) que, transformado em dólar pela cotação do dia, ficou em $ 2.700,00 (dois mil e setecentos dólares). Inquilino manifestou intenção de compra-lo mas não tendo condições resolveu alugar, oferecendo uma proposta de CR$ 5.000,00 (cinco mil cruzeiros reais) mensais durante três meses, proposta reformada pela diretoria para CR$ 6.000,00 (seis mil cruzeiros reais) até dezembro de 1993. Apesar da decisão anterior de se estabelecer 50% do salário mínimo, a diretoria compreendeu ser mais prudente a contra-proposta aprovada e que será submetida ao interessado através do presidente. Solicitou também autorização da diretoria para submeter a uma imobiliária a administração do citado aluguel, no que foi atendido. Em continuação, o presidente fez a prestação de contas dos oitenta anos de D. Olívia, que ficou assim discriminado: CR$ 1.500,00 (hum mil e quinhentos cruzeiros reais) de um arranjo de flores; CR$ 26.500,00 (vinte e seis mil e quinhentos cruzeiros reais) de um lauto jantar acontecido na sede social da AABB local; e CR$ 6.500,00 (seis mil e quinhentos cruzeiros reais) referentes a um álbum de fotografias, somando um total de CR$ 34.500,00 (trinta e quatro mil e quinhentos reais), cujo débito ao FAM foi autorizado pela diretoria. Paralelo às despesas oficiais, o evento foi coberto por fotografias particulares de iniciativa do sócio Cláudio através de um albinho e filmado por iniciativa de Abel. Na seqüência, Edson Souza propôs comprar o terreno ao lado de sua casa que fica virado para o nascente, correspondente ao lote 03. No calor da discussão, Miguel sugeriu que o assunto fosse resolvido na AGO de janeiro próximo, oportunidade em que todos os demais irmãos estariam presentes e poderiam opinar. Sua idéia foi aprovada com aplausos. D. Olívia, coerente com seu espírito altamente humanitário, manifestou, emocionada, o desejo de doar o terreno ao genro pelas suas qualidades. Meio encabulado, o destinatário procurou deixar bem clara a sua postura de boa fé. Na seção correspondente, Cláudio Júnior propôs o ingresso de Wirley Carles no FAM, que preencheu documento correspondente, o qual vai ser julgado na próxima reunião. O presidente apresentou comprovante da Diocese de Penedo referente à bolsa de estudo ofertada pela família Magalhães e um cartão da referida Diocese registrando sua gratidão pelo elevado gesto. Por oportuno, registramos que o cartão trazia, impressa, a mensagem “Pegadas na Areia”, em Inglês. Um gesto sensibilizador. Betinha, como sempre, preocupada em movimentar o FAM, propôs que cada associado trouxesse uma lembrança para ser sorteada por ocasião das futuras reuniões. O assunto ficou para ser discutido no próximo encontro. Abel cobrou do associado Edson o passeio de fim de ano. Este perquiriu do tesoureiro sobre as finanças da entidade. Ante o sinal positivo, ficou de resolver o assunto. O secretário apresentou orçamento para aquisição de papel timbrado, bem como Antônio, que fez uma pesquisa em Arapiraca. Edson Souza resolveu o assunto patrocinando tudo em nome de suas empresas. Foi apresentada a proposta de ingresso no FAM por parte do Sr. Ednilson Senossian Marcolino, a qual foi aprovada por unanimidade. O tesoureiro apresentou extrato do FAM com saldo de CR$ 154.867,77 (cento e cinqüenta e quatro mil oitocentos e sessenta e sete cruzeiros reais e setenta e sete centavos), posição em 26.10.93, exclusive despesas dos oitenta anos de D. Olívia. Marcos César manifestou o desejo de ser encontrado um local mais adequado para as reuniões do FAM, face aos reflexos negativos da televisão, telefone, etc. Não sugeriu, contudo, qual o local. Nada mais havendo a tratar, lavrei a presente ata que vai datada e assinada por mim e pelo Presidente e será submetida à apreciação da diretoria na próxima reunião.

Maceió (Al), 23 de outubro de 1993

Cláudio de Oliveira Magalhães Abel de Oliveira Magalhães

Presidente Secretário

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

*