ATA DA REUNIÃO DE OUTUBRO DE 2015

0
840

ATA DA REUNIÃO DE OUTUBRO DE 2015

A reunião aconteceu na residência do casal Magno/Eliane, na Barra Nova, com início às 12:50h. O presidente Wellyson convocou a associada Maria Elizabete Magalhães Sousa, para fazer a oração inicial. Em seguida, solicitou do secretário a leitura da ata da reunião anterior, que foi aprovada sem restrição.
Direção social – Marcos César falou sobre a regularização das placas das ruas Olívia Nunes de Magalhães e Ilda de Góis Magalhães no tocante ao patrocinador. Disse que teria falado com o secretário Samuel Balbino e este afirmara que o adesivo já estava pronto, faltando apenas colocá-lo. Prometeu fazer a aplicação do feito, fotografá-lo e postar no WattsUpp para conhecimento de todos. Falou sobre o passeio do Fam. Como não recebeu sugestão, sugeriu entre Penedo e Piaçabuçu, no Velho Chico. O hotel seria o São Francisco, único na região. Prometeu apresentar orçamento na próxima reunião. Falou sobre o Natal do Fam; disse que precisa definir tudo até o mês de novembro. Ficou definida a casa da Betinha para a realização do Natal do Fam. Local da próxima reunião – ficou definida a casa do associado Miguel Magalhães, no dia 8/11/2015. Finalizou a sua pauta com a apresentação dos aniversariantes do mês. Encerrou fazendo menção à presença da Fernanda Machulis e dos seus pais na reunião.
Detalhe: Betinha aproveitou o ensejo e disse que os netos da Bernadete (filhos da Meirinha) não tinham Magalhães no nome. Liane, filha da Meirinha, entrou com recurso na Justiça e regularizou a situação. A iniciativa fora motivada por cobrança dos próprios netos. Houve aplausos.
Tesouraria – Rosivânia justificou a sua ausência na reunião anterior em função do dia dos pais, a quem foi prestigiar. Fez apresentação de contas da tesouraria com o seguinte resultado: Saldo anterior – R$ 10.189,40; Despesas do período – R$ 4.267,18; Saldo atual em poupança – R$ 5.922,22. Distribuição das despesas:
1.200,00 – Aquisição de material para manutenção da sede do Fam;
600,00 – Mão de obra;
110,00 – Aquisição de lembrancinhas para o dia das mães;
760,00 – Aquisição de 40 cadeiras para a sede social do Fam;*
570,00 – Bebidas consumidas no Arraial do Fam;
400,00 – Aluguel do salão de festa;**
500,00 – Contrato da Banda;
87,18 – Despesas diversas;
40,00 – Complemento de bebidas no dia das mães.
4.267,18 – Total das despesas do período.
*Este dinheiro será devolvido por alguns associados;
**O valor real era R$ 800,00; por questão de amizade, houve 50% de desconto.
Diretor Cultural Adilson – Ausente.
Diretor de Esporte e Lazer – Não fez uso da palavra.
Diretor de patrimônio – Não fez uso da palavra.
Palavra livre – No segmento, fizeram uso da palavra os seguintes associados:
– Wellyson – Falou sobre o passeio anual do Fam. Deu sugestão: Dunas do Marapé, no Jequiá da Praia. Data do passeio do Fam; (pensou na Eline, que estará em Alagoas entre 9 e 26 de janeiro de 2016 e manifestou o desejo de participar do evento). Foi definida a data de 23 e 24/01/2016. Realçou a necessidade de reparo da área entre a sede do Fam e casa da Betinha ante o estado precário do telhado sob referência. Fernando sugeriu fazer orçamento e distribuir entre os 10 irmãos, herdeiros do patrimônio. Miguel ficou autorizado a tomar as providências cabíveis.
– Marquinho fez referência às cobranças efetuadas pelo secretário e o seu reconhecimento, inclusive do presidente Wellyson para quem solicitou uma salva de palmas pela sua dedicação e vontade de crescer.
– Lurdinha representou o desejo de sua filha Eline, que está longe e gostaria de estar presente.
– Betinha mencionou a situação precária da caixa d’água da sede do Fam, que precisa de manutenção, bem como a cacimba. O problema ficou agregado ao caso do telhado. Magno realçou o perigo ao citar caso ocorrido em sua casa, onde um balde caiu em 4 dias por causa de um vazamento d’água.
– Fernando fez explanação sobre o patrimônio da sede do Fam. Lembrou que ele pertence aos herdeiros. A sua manutenção deve ser de responsabilidade dos mesmos. O Fam tem direito ao usofruto. Sua exposição suscitou reações. Entre outras coisas, Miguel disse que, se não fosse a Ivany o casarão já teria caído. Era a importância dela morando nele.
– Magno disse do orgulho em receber a família em sua casa, apesar do desafio de hospedar o evento.
– Abel encerrou o segmento dizendo que sua pauta já estava esgotada.
O presidente Wellyson agradeceu a presença de todos e encerrou o encontro.
Arapiraca, 12 de outubro de 2015.

Abel de Oliveira Magalhães – Secretário.

OS: Por causa da lista de presença, algumas pessoas perceberam erros na grafia de alguns registros, que foram devidamente corrigidos.

DEIXE UMA RESPOSTA

*