2015 – 11º – Abel Magalhães – Doidas e Santas

1
522

11º livro

Doidas e Santas

Autora: Martha Medeiros

Páginas: 231

Descrição do produto

“Martha Medeiros, poeta, cronista, romancista, conquistou o Brasil com seus textos, publicados em jornais de repercussão nacional, sites e livros que se transformaram em best-sellers.

Doidas e Santas reúne cem crônicas que falam direto ao coração de suas leitoras e seus leitores. Nelas, Martha expõe os anseios de sua geração e de sua época, tornando-se uma das vozes mais importantes entre as recentemente surgidas no cenário nacional. As alegrias e as desilusões, os dramas e as delícias da vida adulta, as neuroses da vida urbana, o prazer que se esconde no dia-a-dia, o poder transformador do afeto, os mistérios da maternidade, enfim, o cotidiano de cada um de nós tornou-se o principal tema da autora. Como toda grande artista, ela consuma o sortilégio da literatura: traduzir e expressar o que vai na alma de sua enorme legião de admiradores.

Dona de uma sensibilidade incomum, Martha Medeiros tem para tudo um olhar, uma reflexão e uma reação fresca, nova, de alguém que pela primeira vez se depara com o inesperado, seja o assunto o Dia dos Namorados, a decisão de se começar a fumar, um sentimento de desconforto por qualquer coisa, uma paranóia que se imiscui sub-repticiamente ou um amor que acaba. Sempre terna e indignada, amantíssima da cultura contemporânea e dona de um imbatível senso de humor, em suas crônicas – assim como em sua poesia – Martha torna, para todos nós e com muita destreza, mais palatável o imponderável da vida”.

O livro é exatamente o que a equipe da Amazon disse na descrição do produto. Diria apenas que a autora nasceu para escrever, e bem. Sua leitura é um bálsamo. As crônicas são o resultado do dia a dia de qualquer criatura, com uma linguagem gostosa e uma doçura inigualável. Demonstra um conhecimento geral admirável, pois aborda tudo quanto é tema da vida – psicologia, música e todos os gêneros, inclusive clássica, trabalho e suas variáveis etc. Com isto, ela conquista o leitor. Basta começar a leitura, e a pessoa não quer mais parar. Muito bom. Um relaxamento total.

Maceió, 04 de outubro de 2015.

Abel de Oliveira Magalhães.

Compartilhar

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

*